3,5 milhões de imigrantes foram legalizados na Rússia em três anos

Imigrantes ilegais descobertos não podem entrar na Rússia novamente durante três anos Foto: RG

Imigrantes ilegais descobertos não podem entrar na Rússia novamente durante três anos Foto: RG

Paralelamente, programa do governo incluiu novas medidas punitivas aos infratores da leis de imigração.

Ao longo dos últimos três anos, um total de 3,5 milhões de imigrantes foram legalizados na Rússia, declarou o chefe do Serviço Federal de Imigração, Konstantin Romodanovski, na última sexta-feira (4).

A emissão de licenças de trabalho a estrangeiros gerou 16,2 bilhões de rublos (em torno de US$ 502 milhões) para os cofres públicos.

Romodanovski elogiou as medidas punitivas contra os infratores. “Se algumas pessoas continuam a violar as nossas leis, suspendemos o seu direito de entrar novamente na Rússia por três anos após o momento em que deixar o país, por exemplo”, disse ele.

Desde o início de 2013, essa medida foi aplicada a 260 mil pessoas. “Acredito na eficácia desse novo mecanismo”, finalizou Romodanovski.

 

Publicado originalmente pela ITAR-TASS

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.