Operações antidrogas que beiram o absurdo

Show de música interrompido e prisão de vendedor de bexigas são algumas das ações mais curiosas da polícia russa para combater as drogas. Mas até onde essas batidas realmente favorecem os cidadãos?

O show do grupo israelense Infected Mushroom foi interrompido na semana passada, quando a polícia de combate às drogas realizou uma batida durante a performance. A invasão do Serviço Federal para o Controle de Drogas (Fskn, na sigla em russo) aconteceu pouco depois do início do show, que foi interrompido enquanto a banda tocava sua terceira música. O público permaneceu dentro da casa por 90 minutos, antes de receber permissão para sair sem reembolso pelo evento perdido.

Esta reportagem destaca algumas das operações antidrogas e métodos de trabalho mais incomuns usados pelo Fskn. Por vezes, o que se vê é que o aparente excesso de zelo resulta em batidas a alguns locais impróprios e prisões de pessoas inocentes.

Show interrompido

Infected Mushroom se apresentava no GlavClub, em Moscou, quando o show foi interrompido por oficiais do Serviço Federal de Controle de Drogas Fonte: YouTube

O incidente mais recente ocorreu durante o show do grupo israelense de música eletrônica Infected Mushroom no GlavClub, em Moscou. Os músicos tiveram que deixar o palco, e fotos postadas no Twitter mostram três oficiais das forças armadas vestindo máscaras e roupas pretas de guarda, e outros dois oficiais sobre o palco.

Três suspeitos foram detidos durante a operação, na qual foram apreendidas pílulas de anfetamina e maconha, de acordo com o Fskn. Os ingressos comprados para o show não foram reembolsados, mas os presentes não tiveram que pagar para assistir à apresentação da banda no dia seguinte.

Noite de terror no rio Moscou

O barco mostrado acima foi alvo de uma operação, enquanto mais de mil jovens estavam a bordo Foto: rioflot.ru

Imaginem o horror e a surpresa de ver agentes federais invadirem o seu barco na noite de exibição de um filme psicodélico em uma festa no rio Moscou – especialmente depois de pagar uma entrada no valor de US$ 80.

Oito pessoas suspeitas de pertencer a um grupo de tráfico de drogas sintéticas foram detidas na operação de codinome Ark, e 70 pessoas suspeitas de estarem sob efeito de drogas foram levadas nessa operação em outubro de 2012. Drogas diversas, desde cocaína, ecstasy, anfetaminas, maconha e LSD, foram encontradas e apreendidas pelos agentes do Estado.

Papoulas do mal

Proprietários de datchas com plantação de papoulas podem ter problemas com a justiça Foto: Serguêi Mikhailovitch Prokudin-Gorskii / Wikicommons

Os proprietários das casas de campo russas também têm motivos para temer o Serviço Federal de Controle de Drogas. 

Em 2004, o jornal “The Moscow Times” noticiou que uma mulher de Moscou ficaria até oito anos presa depois que a polícia invadiu sua casa de campo e apreendeu 500 papoulas crescendo em seu jardim, como parte da Operação Papoula-2004. Cabe lembrar que as papoulas são usadas na produção de heroína.

Combate intergaláctico

A Ketamina, comumente usada por veterinários e médicos, também é consumida como droga recreativa Foto: freedryk / Wikicommons

Em sua luta contra o “lado negro”, um “esquadrão de tropas de assalto intergalácticas” do conhecido coletivo Partido da Internet da Ucrânia invadiu um café em Odessa no início deste ano, em busca de drogas à base de ervas ilegais, jogando bombas de fumaça e largando o local em chamas.

A força intergaláctica desapareceu antes que as autoridades chegassem ao bar, deixando para trás nada além de fumaça e um grafite retratando Darth Vader.

Gás hélio = cocaína?

O efeito de curta duração que uma pessoa tem ao inalar balões com óxido nitroso pode não valer a pena a “onda” Foto: DerekL / Flickr

Um homem que vende gás hélio do lado de fora de um complexo esportivo em Tambov, a uns 500 quilômetros a sudeste de Moscou, foi preso pelo serviço de federal em 2012.

O óxido nitroso vai em breve se juntar a cocaína e morfina como um psicotrópico Classe II, de acordo com o vice-chefe do Serviço Federal de Controle de Drogas. 

Os vendedores de balões cheios de gás hélio poderão pegar até dez anos de cadeia conforme o artigo 238 do Código Penal, anunciou um comunicado do Serviço Federal de Proteção ao Consumidor.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.