Russos estão viajando mais ao exterior, aponta pesquisa

No ano passado, o Egito tornou-se o segundo destino turístico mais popular, registrando um crescimento de 30% no fluxo de turistas provenientes da Rússia Foto: Reuters

No ano passado, o Egito tornou-se o segundo destino turístico mais popular, registrando um crescimento de 30% no fluxo de turistas provenientes da Rússia Foto: Reuters

Principais destinos são países vizinhos como Ucrânia, Finlândia e Cazaquistão, aos quais coube o montante de 18 milhões de viagens.

Um número cada vez maior de russos está viajando para o exterior. Ao longo do ano passado, a Agência Federal de Turismo registrou 47,8 milhões de viagens para  fora do país, 9,3% a mais do que no ano anterior.

Os principais destinos são países vizinhos como Ucrânia, Finlândia e Cazaquistão, aos quais coube o montante de 18 milhões de viagens. Também cresceu o custo das viagens. Em 2012, os tours que custavam de US$ 1.000 a US$ 2.000 dólares gozavam de maior popularidade, enquanto que no ano anterior, a faixa de preço era de US$ 600 a US$ 1.200 dólares.

Além disso, mais da metade dos russos optou por viagens com duração de 8 a 14 dias. No entanto, a cada ano cresce a proporção de viagens de curta duração, principalmente para destinos europeus. Estadias de 15 a 21 noites são mais comuns nos casos de destinos de longa distância.

Além disso, cada vez mais turistas preferem viajar sem o auxílio de agências de viagens. Em 2012, segundo os dados da empresa Sviaznoi Travel, cuja atividade é focada na reserva de passagens aéreas e hotéis, os turistas independentes foram responsáveis por cerca de um quarto de todas as viagens ao exterior.

De acordo com Dmítri Górin, diretor executivo da empresa VIP-service, que trabalha com venda de passagens, o crescimento anual neste segmento totalizou cerca de15%. Em média, o consumidor russo passa a fazer viagens independentes após ter realizado duas viagens com uma operadora de turismo.

O pico de viagens turísticas ocorre tradicionalmente nos meses de verão. A Turquia continua sendo o destino mais popular entre os turistas russos. Na Associação de Operadores de Turismo da Rússia é esperado que, neste ano, a Turquia volte a bater mais um recorde, apesar da redução do movimento que ocorreu no ano passado. Já está claro que na Turquia os turistas russos estão novamente ocupando o primeiro lugar em número, tendo ultrapassado os alemães.

Egito

No ano passado, o Egito tornou-se o segundo destino turístico mais popular, registrando um crescimento de 30% no fluxo de turistas provenientes da Rússia. com 1,9 milhões de visitantes. Neste ano, dificilmente resultados semelhantes poderiam ser esperados: devido à tensa situação política, o Ministério dos Negócios Estrangeiros russo recomenda que os cidadãos não visitem o país. Em todo o Egito, exceto em áreas de resort, foi decretado estado de emergência pelo período de um mês e toque de recolher. As operadoras turísticas suspenderam a realização de visitas guiadas fora dos limites dos resorts.

China

Ultimamente, os turistas russos estão cada vez mais propensos a passar as férias em países distantes.  A China foi visitada por 1,3 milhões de turistas russos (ao todo, 2,3 milhões de russos estiveram na China durante o ano passado). Os russos realizam tours em todo o país, visitam numerosas exposições e também relaxam nas praias da ilha de Hainan. As operadoras de turismo atribuem o aumento do interesse dos russos pela China à realização do “ano da permuta” (projeto no qual um país realiza uma série de eventos sobre o país parceiro e vice-versa), no âmbito do qual foram realizados centenas de eventos para promover a reciprocidade entre os dois países. Entretanto, o aumento do custo das passagens de avião consiste, para muitos, um sério fator limitante.

Outro destino tradicional dos turistas provenientes da Rússia é a Tailândia, que foi visitada por quase 900 mil turistas russos no período.

A Coreia do Sul, junto com o Vietnã e a Índia, está incluída no top 30 dos destinos turísticos da Rússia. Quase 190 mil russos viajaram para lá no ano passado, dos quais mais de 90 mil na qualidade de turistas.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.