Expectativa de vida em Moscou alcança níveis europeus

Taxa de natalidade ultrapassou a taxa de mortalidade pela primeira vez nos últimos 20 anos Foto: PhotoXPress

Taxa de natalidade ultrapassou a taxa de mortalidade pela primeira vez nos últimos 20 anos Foto: PhotoXPress

Apesar da alta taxa de mortalidade, expectativa de vida em Moscou passou a ser de 75,5 anos.

A expectativa de vida em Moscou atingiu níveis quase europeus ao registrar o índice de 75,5 anos de idade, informou o prefeito interino da capital, Serguêi Sobiânin, na semana passada.

“A expectativa de vida em Moscou é de 75,5 anos. Quase chegamos ao nível europeu, apesar da taxa de mortalidade em Moscou ser bastante elevada”, disse Sobiânin. Ele explicou que muitas pessoas de outras regiões chegaram a Moscou, incluindo imigrantes com diversas doenças crônicas e problemas de saúde.

“Isso acontece em todas as megalópoles. E certamente acabam as estatísticas; mesmo assim, a expectativa de vida em Moscou é, em média, bem alta”, disse Sobiânin à rádio Ekho Moskvi.

A taxa de natalidade ultrapassou a taxa de mortalidade pela primeira vez nos últimos 20 anos. O prefeito interino enfatizou que as pessoas naturais de Moscou tiveram maior contribuição para essa tendência positiva.

“As estatísticas mostram que são os moscovitas com dois ou três filhos. Isso se tornou quase normal”, disse Sobiânin.

Moscou tem um sistema de apoio às famílias com muitos filhos, incluindo bônus e privilégios nos serviços públicos. “Juntos, esse benefícios correspondem a até 200 mil rublos [US$ 6.050] por ano. Essa é uma grande quantia”, finalizou.

 

Publicado originalmente pela ITAR-TASS

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.