Casamento à moda russa

Casamento russo moderno destina-se a destacar a individualidade do casal, com motivos considerados até kitsch no exterior Foto: Reuters

Casamento russo moderno destina-se a destacar a individualidade do casal, com motivos considerados até kitsch no exterior Foto: Reuters

Agosto é o mês dos casamentos na Rússia, onde a tradição e o folclore foram substituídos - mas não completamente - por festas de luxo.

Pedido de casamento, apresentação da noiva à família, despedidas de solteiro, "resgate da noiva", núpcias e, afinal, um passeio à saída do cartório que termina com festa. Essas são as etapas de um casamento russo, cuja alta temporada é o mês de agosto.

É fácil entender o por quê. Agosto é um mês quente, porém, não de sol escaldante, como julho, na Rússia, onde as estações acontecem na sequência oposta às do Brasil - durante o inverno brasileiro, por exemplo, é verão no país.

Na Rússia antiga, o primeiro ritual, o de pedido de casamento, era realizado por intermédio de pessoas contratadas para esse exato fim e que, além de recomendar a futura noiva aos rapazes interessados e suas famílias, ajudavam na organização do evento, assim como na procura de candidatos.

Durante a era soviética, porém, esse ritual caiu em desuso, tratado pelos jovens de hoje como arcaico e ultrapassado. Mas nas grandes cidades não são poucas as agências de relacionamento que fazem, nos moldes contemporâneos, o mesmo trabalho.

Apesar de recentes, os serviços têm tido procura crescente, principalmente nos últimos dois anos. Olga, consultora da agência Vis-a-Vis e agente matrimonial profissional, contou à Gazeta Russa como funciona o processo de busca de almas gêmeas.

"Conversamos com o cliente, determinamos seu temperamento e características pessoais para elaborar um plano individual de ação. Alguns preferem buscar um parceiro por conta própria, escolhendo os candidatos e lhes enviando suas fotos, enquanto outros preferem deixar tudo em nossas mãos", diz.

"Ultimamente, uma grande quantidade de estrangeiros, principalmente europeus, tem nos procurado. Isso não me surpreende, já que as russas são mais delicadas, cuidam da casa e do marido."

Tradição versus atualidade

Casamento soviético típico Foto: Reuters

A tradição russa proibia o encontro dos noivos a sós, portanto, a apresentação dos pombinhos era realizada apenas na presença de seus pais.

Na Rússia antiga, a aprovação da candidata era seguida pelo anúncio do noivado pelo pai da noiva durante um banquete. Após o noivado, os pais do futuro casal marcavam o dia e local da festa de casamento.

Um dia antes do grande evento, eram realizadas as despedidas de solteiro, que incluíam a sauna russa, rituais e músicas folclóricas.

O casamento em si se arrastava por dias. O primeiro dia era passado na casa da noiva, onde acontecia o "resgate da noiva" (repasse de seu dote para o noivo) e um banquete.

Durante o resgate, que podia durar horas, o noivo era submetido a diversos testes. Entre eles, o moço devia reconhecer a noiva entre outras moças disfarçadas.

Após o resgate, cada um dos noivos, acompanhado de seus familiares, partia para a igreja para a realização da cerimônia.

O segundo dia era dedicado a um banquete em homenagem aos pais do casal, cantos folclóricos e festa de casamento.

Atualmente, os russos já não seguem tais rituais, exceto apenas à festa, ao noivado e à cerimônia.

Com o passar dos anos, os noivos têm se tornado mais exigentes, gastando quantias cada vez maiores com as festas em restaurantes e seus preparativos.

"Hoje, as agências conseguem organizar um casamento com qualquer orçamento", diz a gerente da empresa de eventos nupciais Pojénimsia.ru, Aleksandra Remez.

"Eu mesma já preparei uma festa de casamento em Moscou com 50 convidados e um orçamento de apenas 100 mil rublos [cerca de US$ 3 mil]. É o casal quem escolhe o valor que está disposto a gastar. Mas também já organizamos casamentos com orçamentos de dois a três milhões de rublos [de US$ 65 mil a US$ 80 mil], que incluíam os serviços dos melhores fotógrafos, cinegrafistas e outros profissionais. Além disso, a maioria dos casais modernos prefere contratar decoradores para enfeitar e personalizar os locais de suas festas", conta a gerente.

O tempo médio de organização de uma festa de casamento na Rússia varia de 2 a 4 meses. Mas os casais mais prevenidos começam marcar a data e a reservar os restaurantes com até um ano de antecedência.

Segundo Remez, o casamento russo moderno destina-se a destacar a individualidade do casal, com motivos considerados até kitsch no exterior. São festas à fantasia com mote de Chicago da década de 20, estilo retrô dos anos 1980 ou à moda tradicional russa.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.