Guia do sacolão russo

Mercados russos oferecem grande quantidade de produtos tradicionais das repúblicas da ex-União Soviética Foto: Reuters

Mercados russos oferecem grande quantidade de produtos tradicionais das repúblicas da ex-União Soviética Foto: Reuters

São muitas as notícias na imprensa russa sobre os problemas dos mercados no país. Violação de regras comerciais, utilização de mão de obra ilegal e alto nível de criminalidade são alguns deles. A equipe da Gazeta Russa resolveu ir para as ruas de Moscou identificar os melhores e piores mercados da capital russa.

Os mercados russos são ambientes multiétnicos que oferecem uma grande variedade de produtos e ingredientes tradicionais das repúblicas da ex-União Soviética, como conservas, frutas, cogumelos silvestres e enlatados. Eles também são o melhor lugar para ampliar os conhecimentos sobre os costumes gastronômicos russos e dos países ao seu redor, assim como para provar comidas diferentes e até economizar sem abrir mão de qualidade.

Os cidadãos de Voronej, Lipetsk, Rostov e Kuban vendem toucinho, peito suíno defumado, linguiça e presunto, assim como o seu famoso leitão assado, carne de vitela e carne suína. Já os daguestaneses e calmucos oferecem carne saborosa de carneiro e de cavalo, enquanto os georgianos se especializam em verduras, queijos e molhos tradicionais, tais como tkemali, adjika e satsebeli. Os azerbaijaneses não deixarão de elogiar suas romãs, caquis, figos e uvas, e nas barracas de uzbeques e tadjiques há uma variedade imensa de frutas passas, temperos e arroz para os pratos tradicionais pilaf e sarma.

Para poupar dinheiro e comprar os melhores produtos, observe as seguintes regras básicas:

*Não conte com ajuda de vendedores para escolher os produtos;

*Experimento antes de comprar

*Faça amizade com os vendedores e fornecedores dos produtos de qualidade; eles poderão indicar os melhores itens e conceder pequenos descontos

*Não deixe de verificar as barracas fora do caminho principal

*Nunca compre sem negociar 

Comece o passeio pelos mercados russos fazendo uma visita às feiras de rua, que possuem certa semelhança com as nossas feiras e acontecem nos finais de semana ao lado das estações de metrô. Uma das melhores feiras organizadas nos finais de semana encontra-se entre as estações de metrô Prospekt Mira e o complexo esportivo Olimpiski. Devido à ausência de barracas, os produtos são vendidos nas próprias caminhonetes usadas no seu transporte.

Quem prefere encontrar uma variedade maior de produtos, deverá seguir para os mercados fixos localizados perto das estações de metrô Bagrationovskaia, Medvedkovo, Tekstilschikov e Tepli Stan. O espaço de qualquer um desses estabelecimentos é dividido em barracas semifechadas com múltiplas pequenas lojas no seu interior, lembrando um bazar oriental. Mas fique atento, pois as condições da higiene estão longe do ideal e há muitos batedores de carteira rondando a área.

Há pouco tempo, a principal clientela desses mercados fixos incluía apenas os moscovitas humildes, e até agora o processo de compras exige muita atenção na escolha de alimentos devido à inexistência de negociações ou qualidade duvidosa – sem falar dos truques de vendedores que usam as embalagens para esconder os defeitos dos produtos.

A última parada no trajeto pelas feiras moscovitas são os grandes mercados cobertos, como Danilovski, Zamoskvoretski, Tcheremuchinski, Rijski e Dorogomilovski, que oferecem uma variedade enorme de produtos para todos os gostos. Aliás, o último nome da lista anterior é o fornecedor dos melhores restaurantes da capital russa. A única desvantagem são os preços, que superam os valores dos mesmos produtos vendidos nas redes de supermercados, mas, em compensação, não falta opções dos produtos de melhor qualidade. Ali se vende tudo para uma boa refeição, inclusive louça e vários tipos de utensílios culinários. 

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.