Russos são contrários à proposta de limitação no número de casamentos permitidos por lei

Foto: RIA Nóvosti

Foto: RIA Nóvosti

Iniciativa de Erick Mazepin, membro União Patriótica Popular da Rússia, propõe a proibição do casamento de pessoas que já tenham se casado três vezes.

Os russos reagiram negativamente à ideia de que seja limitado o número de vezes que se pode casar legalmente no país, segundo uma pesquisa recente do portal Superjob.ru.

A iniciativa de Erick Mazepin, membro da União Patriótica Popular da Rússia,  propõe a proibição do casamento legal de pessoas que já tenham se casado três vezes.

A pesquisa, que ouviu 1.600 pessoas, revelou que mais da metade dos entrevistados, 54%, são contrários à iniciativa –29% ficaram indecisos e apenas 17% apoiariam a proibição de um quarto casamento.

Entre os homens (especialmente os jovens e solteiros), 20% apoiam a proposta. Entre as mulheres, apenas 17%. As mulheres também se mostraram mais indecisas do que os homens: 32% das entrevistadas tiveram dificuldade em responder a essa questão; entre os homens, o número de indecisos foi de 27%.

Publicado originalmente no site newsru.com

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.