Segurança vem a cavalo

Patrulhas a cavalo detêm cerca de 15 mil infratores anualmente em Moscou Foto: Kommersant

Patrulhas a cavalo detêm cerca de 15 mil infratores anualmente em Moscou Foto: Kommersant

A chegada do verão criou uma demanda das mais incomuns e bonitas divisões da polícia: a polícia montada. É possível que, em breve, a presença de unidades equestres se torne obrigatória no quadro de pessoal de todos os departamentos de polícia de Moscou. Existe até um manual especial sobre a organização e procedimentos das unidades de cavalaria dos órgãos policiais e das tropas internas.

A porta-voz da direção-geral do Departamento de Ordem Pública do Ministério do Interior da Rússia, Natalia Safonova, informou ao jornal “Rossiyskaya Gazeta” que as patrulhas a cavalo guardam 20 hortos florestais da capital. Sua tarefa é prevenir incêndios florestais, impedir que fogueiras sejam acesas, proteger os turistas dos arruaceiros e dos ladrões, além de ajudar as pessoas em qualquer emergência.

Em Moscou, os cavalos são postos em serviço no 1º Regimento Operacional da polícia. Cerca de 800 funcionários trabalham lá, entre eles, 395 são da cavalaria. Sob a sela estão 253 cavalos. Geralmente, apenas em um fim de semana, quando as pessoas procuram mais lazer, as patrulhas a cavalo localizam de 20 a 30 fogueiras, e levam entre uma e meia e duas dezenas de infratores para as delegacias.

Cerca de um terço da polícia montada é composta por jovens do sexo feminino. Uma cavaleira bem treinada é capaz de algemar o criminoso ao estribo em pleno galope e, se for preciso, alcançá-lo com um cassetete de borracha. Mas os patrulheiros não trabalham sozinhos – somente em pares.  A patrulheira sempre é acompanhada por um parceiro do sexo masculino, armado com uma pistola.

É claro que o policial é admitido para esse serviço somente após um treinamento profissional da cavalaria. O importante é que a exigência impreterível para os patrulheiros equestres não é apenas a habilidade magistral de permanecer na sela, mas é ter afeição pelos cavalos.

Expansão a galope

Somente em Moscou, ao longo de um ano, as patrulhas a cavalo detêm cerca de 15 mil infratores e 5 mil de delinquentes. Mas não é só na capital que a polícia montada presta serviços. Ao todo, na Rússia, existem aproximadamente oitocentos cavalos sob a sela, no Ministério do Interior. A maioria nos distritos federais, Central e do Volga. Além disso, a cavalaria patrulha também as estâncias das regiões de Krasnodar e de Stavropol.

Começaram  a constituir unidades de polícia montada em outras regiões também. Os regimentos da cavalaria, seguindo o modelo de Moscou, serão criados na região de Moscou e de Leningrado. Como tal, as unidades de cavalaria já existem ali e desempenham com êxito as suas tarefas. Por enquanto, o seu número não vai exceder 70 cavalos. Há também uma cavalaria própria no norte da Rússia e no Ural. Na pequena cidade de Pervouralsk a polícia tem oito cavalos, e em Petrozavodsk, seis.

 

Publicado originalmente pela Rossiyskaya Gazeta

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.