População jovem da Rússia está em constante declínio

Além da queda do número de jovens,falta de engajamento cívico da juventude também preocupa as autoridades Foto: Ksenia Plotnikova

Além da queda do número de jovens,falta de engajamento cívico da juventude também preocupa as autoridades Foto: Ksenia Plotnikova

Queda anual de 1% vem sendo observada ao longo dos últimos três anos. Autoridades exortam política de juventude mais ativa e energética.

A Rússia tem presenciado um declínio constante no número de jovens do país e sua participação na população total ao longo dos últimos anos, disse um funcionário do Ministério da Educação na última terça-feira (18).

“De acordo com o Serviço Federal de Estatísticas, havia 31,6 milhões de pessoas na faixa etária de 15 a 29 anos em 2012 – o equivalente a 22% da população total do país”, informou Aleksandr Stradze, que comanda o Departamento de Política da Juventude, durante uma reunião do conselho ministerial.

Stradze ressaltou que havia 32,4 milhões de pessoas nessa faixa etária em 2011 e 33,7 milhões em 2009; 23% e 24% respectivamente, descrevendo a tendência de declínio, sem detalhar as possíveis causas.

Ele também expressou preocupação com a falta de engajamento cívico entre os jovens russos.

Serguêi Belokonev, chefe da Agência para Assuntos da Juventude, acrescentou que o número de jovens no país deverá cair ainda mais, para 25 milhões, na próxima década.

“Diante de tais circunstâncias, devemos desenvolver a economia do nosso país, o que também realça a necessidade de uma política de juventude mais ativa e enérgica”, completou Belokonev.

 

Publicado originalmente pela RIA Nóvosti

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.