Rússia vai compilar lista de símbolos ‘extremistas’ proibidos

Símbolos não podem profanar a bandeira da Rússia ou emblemas nacionais Foto: Ricardo Marquina

Símbolos não podem profanar a bandeira da Rússia ou emblemas nacionais Foto: Ricardo Marquina

Governo russo irá compilar uma lista de símbolos extremistas cujo uso será proibido por ONGs e empresas, informou o jornal “Izvéstia” nesta quarta-feira (8).

A lista será resultante das emendas à lei contra atividades extremistas elaboradas pelo Ministério da Justiça. O ministério e o Serviço Federal de Propriedade Intelectual (Rospatent) ficarão encarregados de uma relação com os símbolos proibidos.

As descrições dos símbolos de instituições públicas, religiosas e outras proibidas pelo tribunal serão publicadas nos sites dos órgãos executivos responsáveis por registrar as organizações públicas e religiosas.

A nova legislação teria sido motivada pela necessidade de regular os símbolos usados ​​por organizações não governamentais. O ministério também propôs a adição de uma cláusula à lei sobre ONGs informando que seus símbolos não devem se assemelhar aos dos partidos políticos ou organizações proibidas.

Além disso, os símbolos das ONGs não podem profanar a bandeira da Rússia, o hino ou qualquer emblema nacional, ou outros símbolos das regiões e municípios russos, de países estrangeiros ou símbolos religiosos. Por fim, eles não devem insultar sentimentos raciais, étnicos ou religiosos.

 

Publicado originalmente pela RIA Nóvosti

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.