Duma critica projeto que permite venda de bebidas alcoólicas nos estádios da Copa de 2018

Foto: Kommersant

Foto: Kommersant

“É necessário correlacionar a disposição que permite a venda a varejo e o consumo de bebidas alcoólicas nos locais onde se realizam eventos com a proibição da venda e consumo de bebidas alcoólicas nos locais destinados à prática de esportes.”

O Departamento Jurídico do Gabinete da Duma (câmara baixa do parlamento russo) criticou o projeto de lei sobre os preparativos e a realização da Copa do Mundo de 2018, afirmando que as emendas para a segunda leitura do projeto preparadas pelo Ministério do Esporte não estão em total conformidade com a legislação russa.

A primeira questão discutida diz respeito à permissão da venda e da propaganda  de bebidas alcoólicas nos estádios em 2018.

“A disposição que permite a venda a varejo e o consumo de bebidas alcoólicas nos locais onde se realizam eventos deve se correlacionar com a proibição da venda e do consumo de bebidas alcoólicas nos locais destinados à prática de esportes”, destacaram os especialistas do departamento.

Eles lembram que essa proibição está contida no artigo 16 da lei de regulamentação estatal da produção e da venda de bebidas alcoólicas.

Os representantes do Ministério do Esporte, por sua vez, explicaram que a Rússia tinha prometido à Fifa (Federação Internacional de Futebol) criar uma zona de publicidade e atividades comerciais limitadas em todos os estádios e outras áreas oficiais do campeonato, assim como dentro de um raio de 2 km desses locais. Os especialistas explicaram ao “Izvéstia” que em caso de não cumprimento do compromisso, a Fifa poderá retirar as competições da Rússia.

O projeto de lei sobre os preparativos e a realização da Copa do Mundo de 2018 foi apresentado à Duma em setembro do ano passado. Em novembro, foi aprovado em primeira leitura.

A questão do retorno da cerveja aos estádios do país já havia sido levantada recentemente. No outono do ano passado, o “Izvéstia” relatou que o Serviço Federal de Regulação do Mercado de Álcool sugeriu permitir a venda de cerveja com teor alcoólico não superior a 5% nos locais destinados a esportes, mas somente no caso de prestação de serviço de alimentação pública.

 

Publicado originalmente pelo Izvéstia

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.