Dobra o número de russos desiludidos com governo

Medvedev se tornou primeiro-ministro em maio de 2012 depois de seu antecessor, Vladímir Pútin, assumir a presidência do país Foto: ITAR-TASS

Medvedev se tornou primeiro-ministro em maio de 2012 depois de seu antecessor, Vladímir Pútin, assumir a presidência do país Foto: ITAR-TASS

Número de russos que acreditam que o governo de Dmítri Medvedev apresenta pior desempenho do que o esperado quase duplicou para 31% desde julho de 2012, embora a maioria (71%) ainda qualifique o trabalho do atual premiê como igual ou melhor do que o anterior.

Em uma recente pesquisa do Centro de Pesquisa de Opinião Pública da Rússia (VTsIOM), realizada nos dias 13 e 14 de abril com 1.600 pessoas, somente 58% dos entrevistados disseram que o governo apresenta o desempenho esperado, enquanto o número daqueles que elogiam o trabalho feito se manteve praticamente inalterado em 5%.

“Há menos de um ano, em julho de 2012, 63% dos entrevistados acreditavam que o trabalho do governo estava alinhado a suas expectativas, 17% acreditavam estar abaixo do esperado e apenas 4% alegou que era melhor do que esperavam”, disse Váleri Fiodorov, diretor do instituto de pesquisa.

 O número de russos que acreditam que o governo ainda é capaz de mudar para melhor caiu para 27%, em comparação ao índice anterior de 32%. Paralelamente, o número daqueles que não acreditam em uma mudança positiva subiu de 25% para 35%.

 

Publicado originalmente pelo The Moscow News

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.