Rússia inicia recrutamento militar de primavera

Foto: RIA Nóvosti / Ruslan Krivobok

Foto: RIA Nóvosti / Ruslan Krivobok

De acordo com a administração do serviço de imprensa e informação do Ministério da Defesa, serão 2.370 jovens a menos do que na primavera do ano passado.

O recrutamento militar de primavera na Rússia teve início no último dia 1º, de acordo com  decreto do presidente Vladímir Pútin.

Até 15 de julho, 153,2 mil jovens na faixa etária de 18 a 27 anos deverão ser enviados para as Forças Armadas e tropas de outros ministérios e entidades de defesa.

De acordo com a administração do serviço de imprensa e informação do Ministério da Defesa, serão 2.370 jovens a menos do que na primavera do ano passado.

Neste ano, 307 jovens serão enviados para serviços civis alternativos.

O decreto também determina a liberação dos militares cujo período de prestação de serviços expirou.

Como apontado pelo vice-chefe do Estado-Maior do Exército russo, coronel-general Vasili Smirnov, o departamento militar dará atenção especial à seleção de recrutas. Atualmente, os comitês de exame médico admissional descartam por motivos de saúde quase 30% do contingente jovem.

Falando sobre as características da campanha de recrutamento de primavera, Smirnov observou que ela prossegue “de acordo com a decisão do presidente sobre o gradual aumento do número de cidadãos que realizam o serviço militar mediante contrato”.

“Até o final deste ano, o número de soldados contratados aumentará para 241 mil e até 2017, para 425 mil”,  detalha o general.

A atual campanha de recrutamento, como a anterior, será realizada sob controle atencioso do público. Os pais dos jovens terão a oportunidade de estar presentes nos locais de alistamento, podendo acompanhá-los até o local da prestação do serviço.

 

Publicado originalmente pela agência ITAR-TASS

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.