Novo ‘Pantsir-ME’ cria ‘campo de força’ de 20 km

O sistema ‘Pantsir-ME’ também pode rastrear até quatro alvos aéreos simultaneamente.

O sistema ‘Pantsir-ME’ também pode rastrear até quatro alvos aéreos simultaneamente.

ZUMA Press/Global Look Press
Marinha receberá sistema de curto e médio alcance que será instalado, incialmente, em embarcações costeiras de pequeno porte.

Um novo modelo de sistema de artilharia “Pantsir-ME”, criado para ser instalado a bordo de navios, foi apresentado na última quarta-feira (28) durante a “Feira de Técnica Naval”, em São Petersburgo.

Mas a decisão final sobre a aquisição dos novos sistemas será tomada somente após a primeira série de testes, segundo o Ministério da Defesa.

 O Pantsir é apresentado no 7° Salão Naval Internacional de São Petersburgo. / Foto: ZUMA Press/Global Look Press O Pantsir é apresentado no 7° Salão Naval Internacional de São Petersburgo. / Foto: ZUMA Press/Global Look Press

Modelos navais x terrestres

O novo “Pantsir-ME” pode interceptar mísseis sob chuvas, ventos e tempestades. O sistema será mais compacto que a versão terreste “Pantsir-S” e revestido com material especial para suportar as mais severas condições meteorológicas.


"A principal diferença está no fato de que os mísseis do sistema terrestre ‘Pantsir-S’ têm que interceptar alvos com rotas previsíveis. Os mísseis antinavios voam refletindo a superfície da água e, durante tempestades, sobre as ondas, o que dificulta a previsão das rotas de voo", disse o projetista-chefe da Corporação de Sistemas de Alta Precisão, Aleksandr Jukov.

Outra diferença é a velocidade da taxa de tiro. Os sistemas terrestres ‘Pantsir-S’ disparam 80 projéteis de artilharia por segundo (4.800 por minuto), enquanto os sistemas marítimos podem lançar 160 por segundo (cerca de 10.000 por minuto).

‘Campo de força’

O sistema ‘Pantsir-ME’ também pode rastrear até quatro alvos aéreos simultaneamente.

"O ‘Pantsir-ME’ cria uma cúpula antiaérea de 20 quilômetros ao redor do navio no qual está instalado. É uma arma de defesa muito eficaz que poderá ser usadas em potenciais conflitos", diz o diretor-geral  da Corporação de Sistemas de Alta Precisão, Aleksandr Deníssov.

De acordo com especialistas militares, o novo sistema será instalado em embarcações costeiras de pequeno porte.

"Inicialmente, o ‘Pantsir-ME’ será entregue à frota do Mar Cáspio e, depois, os sistemas serão instalados em outros navios russos em regiões diversas", disse o editor-chefe da revista “Arsenal Otêtchestva”, Víktor Murakhôvski.

Segundo Deníssov, o Ministério de Defesa russo já encomendou um primeiro lote de “Pantsir-ME” para a Marinha.

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.