Pútin anuncia cessar-fogo entre governo e oposição síria

Iniciativa de Damasco foi estimulada por ações russas com Turquia e Irã, diz Pútin

Iniciativa de Damasco foi estimulada por ações russas com Turquia e Irã, diz Pútin

Reuters/VostockPhoto
Presidente russo alertou, porém, para ‘fragilidade’ de acordos assinados e ressaltou importância de players regionais, incluindo a Rússia, para o sucesso de iniciativa.

O presidente russo Vladímir Pútin declarou nesta quinta-feira (29) que o incluindo o governo sírio e a oposição armada chegaram a acordos sobre um cessar-fogo no país e anunciaram prontidão para iniciar as negociações de paz.

“Informações acabam de chegar que, poucas horas atrás, houve um desenvolvimento que todos nós buscávamos e trabalhamos por tanto tempo. Três documentos foram assinados. O cessar-fogo entre o governo sírio e a oposição armada é um deles. Há também uma declaração de prontidão para entrar em negociações de paz sobre a solução do conflito sírio”, disse Pútin, em reunião com ministros.

Rússia, Turquia e Irã já haviam se comprometido a garantir a paz na Síria, e, segundo Pútin, o acordo seria resultado da cooperação dessa parceria entre os países.

“Não há dúvidas de que os acordos alcançados são frágeis e exigem atenção e assistência especial com o objetivo de preservação e desenvolvimento, mas esse é um resultado notável do nosso trabalho conjunto, dos esforços do Ministério da Defesa, do Ministério dos Negócios Estrangeiros e de nossos parceiros na região”, completou.

Pútin destacou que as pastas dos Negócios Estrangeiros e da Defesa mantêm contato constante com representantes em Damasco e outras capitais regionais.

“Eles fizeram um trabalho muito grande em conjunto com a Turquia. Nós sabemos que mais recentemente uma reunião trilateral de chanceleres da Rússia, da Turquia e do Irã foi realizada em Moscou, na qual os três países assumiram compromissos de controle e garantias de solução pacífica na República da Síria”, concluiu Pútin.

Mais cedo, o  presidente do Comitê para Assuntos Internacionais do Conselho da Federação (Senado russo), Konstantin Kosatchev, que está atualmente na Síria como membro de uma delegação parlamentar, disse à TASS que o presidente sírio, Bashar al-Assad, apoia firmemente os esforços comuns da Rússia e de outros países que vinham buscando um cessar-fogo entre os lados em conflito no país.

“Assad expressou forte apoio aos esforços feitos pela Rússia junto com outros países para alcançar um cessar-fogo entre as partes no conflito sírio”, disse o senador russo, após uma reunião com Assad.

Com a agência de notícias Tass

Gostaria de receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.