Abate de helicóptero Mi-8 russo na Síria deixa cinco mortos

Mi-8 sobrevoa base aérea de Hama, na província síria homônima

Mi-8 sobrevoa base aérea de Hama, na província síria homônima

Dmítri Vinogradov/RIA Nôvosti
Veículo de transporte seguia para base após entrega de ajuda humanitária na cidade de Aleppo. Três tripulantes e dois oficiais morreram no incidente, confirmou Kremlin.

Um helicóptero Mi-8 russo foi abatido por disparos a partir do solo ao longo da província de Idlib, no norte da Síria, após entregar ajuda humanitária na cidade de Aleppo, informou o Ministério da Defesa russo na manhã desta segunda-feira (1º).

“Em 1º de agosto, um helicóptero de transporte Mi-8 russo foi abatido por disparos a partir do solo no caminho para a base aérea de Hmeimim, após entregar ajuda humanitária à cidade de Aleppo. Havia a bordo três tripulantes e dois oficiais do centro russo para a reconciliação de facções em guerra na Síria. Todos os recursos disponíveis estão sendo empregados com o objetivo de descobrir o que aconteceu com os militares russos”, lê-se na nota da pasta da Defesa.

Segundo fontes do órgão, todas as cinco pessoas a bordo do helicóptero russo morreram, relatou o porta-voz do Kremlin, Dmítri Peskov, a repórteres nesta segunda.

“Todos que estavam dentro do helicóptero, pelo que sabemos das informações disponibilizadas pelo Ministério da Defesa, morreram. Foi uma morte heroica, porque tentaram manobrar a aeronave para minimizar as perdas em solo”, disse Peskov, antes de prestar condolências do governo russo aos entes dos militares mortos.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail?Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.