Soldado russo se suicida em base aérea na Síria

TASS
Em nota, Defesa anunciou suicídio de militar que não atuava diretamente em combates. Blogueiro já havia divulgado caso após ler notícia nas redes sociais de familiares.

O Ministério da Defesa russo divulgou um comunicado noticiando a morte de um militar russo destacado na Síria. “O Ministério da Defesa da Rússia confirma a morte por suicídio de um militar contratado na base aérea de Hmeymim”, lê-se na nota.

O soldado, cujo nome não foi revelado, era especialista técnico, não participava diretamente dos combates e cometeu suicídio durante seu período de descanso, após terminar o plantão.

“Segundo informações preliminares, inclusive com base na análise de mensagens SMS no seu celular, a causa do suicídio estaria relacionada a problemas de relacionamento pessoal com a namorada”, acrescenta o Ministério da Defesa.

O blogueiro Ruslan Leviev, que está envolvido em investigações privadas sobre a atividade dos militares russos, já havia anunciado a morte do soldado na base síria. A notícia original partiu das redes sociais de amigos e parentes do militar.

O assessor de imprensa da presidência, Dmítri Peskov, declarou que o Kremlin não dispunha de dados suficientes sobre o caso e solicitou novas investigações ao Ministério da Defesa.

Essa foi a primeira baixa oficial da Rússia em território sírio desde o início das operações no país árabe, em 30 de setembro.

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.