Chá, o ‘cafezinho’ dos russos

Legion Media
Sabia que os russos gostam mais de chá do que de vodca? Seja com geleia, limão ou leite, bebida é consumida todos os dias – a qualquer hora e em qualquer ocasião.

Sempre e em todo lugar

Todos os países têm suas próprias regras sobre o momento ideal para cada bebida. Os italianos, por exemplo, não bebem cappuccino depois do meio-dia; a tradição inglesa sugere tomar chá às 5 da tarde – e na Rússia, geralmente não se bebe vodca de manhã.

Mas, quando se trata de chá, não há regras. Essa bebida pode ser consumida literalmente 24 horas por dia. Tomar chá no café da manhã ainda é mais popular que café. Após o almoço, os russos bebem chá com a sobremesa.

Quando os russos esperam alguém em um café, também tomam chá (e costumam pedir para encher novamente o bule com água para extrair o máximo das folhas de chá).

Se já é tarde da noite, os russos bebem chá como digestivo, após uma refeição pesada, antes de ir para a cama (mas comem, ao mesmo tempo, três dúzias de biscoitos!). 

Bebida para as visitas

Ao contrário dos ingleses ou de quem quer que seja, os russos não sentem que sua casa é um espaço tão privado e adorar receber convidados – até pessoas menos conhecidas – para simplesmente tomar um chazinho. “Заходи на чай” (“Za-hodi na tchai”; ou “Venha tomar um chá”, em português), dizem eles. Isso porque, segundo a tradição no país, beber chá com alguém possa aproximar as pessoas. É quase um processo íntimo que geralmente pode levar a uma conversa significativa e comovente

Deve-se estar sempre pronto para esse tipo de convite – além de estar pronto para levar algo para complementar o chá: biscoitos, chocolate, salgados, ou até um bolo. Mas nunca algo realmente caro, pois aqueles que os receberem se sentirão desconfortáveis ​​por estarem apenas oferecendo chá...E se você for um convidado esperado, nunca espere saquinho de chá – apenas folhas recém-cozidas.

Forte e com muito açúcar

Quando os russos querem saborear o chá em mais companhia, eles recorrem a bules grandes. Hoje, ninguém usa mais o samovar (recipiente de metal tradicionalmente usado na Rússia para ferver água e mantê-la aquecida) diariamente como costumava ser. E se alguns russos ainda têm samovar em casa, geralmente é considerado algo exótico, e o utensílio é provavelmente utilizado apenas uma vez ao ano.

LEIA TAMBÉM: 10 curiosidades sobre o samovar, objeto que virou moda no Instagram

Há uma piadinha popular na Rússia: parentes pedem a um velho judeu que está morrendo para revelar a eles o segredo de como ele prepara seu chá – porque é o melhor chá do bairro. E o que ele responde: “não poupe folhas de chá”.

Após anos de fome, guerra e crise, os russos adoravam tomar chá forte e não poupariam folhas. Na verdade, a maioria nem sequer tinha folhas de chá de verdade – apenas algum tipo de “pó” de chá que eles cobriam com água fervente e esperaram por, pelo menos, cinco minutos, até que o líquido se tornasse literalmente preto.

Os russos também adoram acrescentar açúcar. No passado, isso era necessário – até para torná-lo mais calórico. Na URSS, quando havia um déficit total de doces, as pessoas tomavam chá enquanto mordiscavam cubos de açúcar. E mesmo agora, se um russo vê um desses cubinhos, seus dedos vão automaticamente a seu encontro.

Chá mesmo no alto verão

De acordo com a tradição, os russos gostam de beber chá com варенье (“var-en-ie”; ou geleia) de frutas silvestres que crescem na datcha. Cerejas, morangos, framboesas e groselhas vermelhas e pretas estão entre as mais populares nos pomares russos.

Pelo menos uma vez no verão, os russos colhem esses frutos, sobretudo morangos e amoras. E, se houver muitos para serem consumidos frescos antes de estragar, os russos os transformam em geleia (afinal, os russos não desperdiçam comida mesmo!).

Antigamente, fazer conserva de frutas era a única maneira de comê-las no inverno. Mas, mesmo agora, quando há frutas disponíveis nos mercados durante todo o ano, os russos sentem um prazer especial em comer geleia a partir de suas próprias frutas – e se você tiver sorte de ser um convidado, eles orgulhosamente mostrarão todos os doces e lhe darão um pequeno frasco de presente. A propósito, mesmo no alto verão e nas banias (sauna russa), os russos não dispensam uma xicarazinha de chá quente.

Considerado uma bebida mágica

Muitos russos acreditam nas propriedades curativas do chá. Quando se pega um resfriado, o conselho deles é beber chá com mel e limão (que eles já tomam com frequência). Se estiver com febre, acredita-se que geleia de framboesa misturada ao chá reduz a temperatura do corpo (e não queria discutir com uma bábuchka!).

Os russos também gostam de adicionar ervas ao chá – algumas também preservadas desde o verão, como hortelã seca e erva-cidreira.

Por último, mas não menos importante, beber chá é um momento para fazer uma pausa, para pensar e relaxar – por isso, trata-se de um hábito realmente saudável.

LEIA TAMBÉM: Cultura romântica dos trens russos: os suportes de metal para beber chá

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies