Trump exclui Rússia de lista das principais ameaças para os EUA

Foregin Policy ressalta que a lista não inclui a Rússia, mas representante da equipe de transição de Trump declarou que a lista "não está completa".

Foregin Policy ressalta que a lista não inclui a Rússia, mas representante da equipe de transição de Trump declarou que a lista "não está completa".

AP
Prioridades de novo presidente são derrota do EI e segurança cibernética.

 

O presidente eleito dos Estados Unidos Donald Trump enviou ao Pentágono um documento que lista as principais prioridades de segurança do país. Neste ano, porém, a lista não inclui a Rússia - que, no momento, é considerada "ameaça número 1 para os Estados Unidos", segundo a revista Foreign Policy.

De acordo com a nova lista, as prioridades da defesa da nova administração norte-americana são a derrota do Estado Islâmico, a eliminação dos limites orçamentários e o desenvolvimento de uma nova estratégia de segurança cibernética.

A revista Foregin Policy ressalta que a lista não inclui a Rússia. Mas o representante da equipe de transição de Trump declarou que a lista "não está completa".

Em 14 de dezembro de 2016, o Conselho de Relações Exteriores dos Estados Unidos publicou o relatório anual "As Principais Ameaças em 2017".

O primeiro lugar desse rol é dedicado a ameaças provenientes da Rússia, e os autores não excluem um "conflito militar intencional ou inadvertido entre a Rússia e a Otan".

O segundo lugar na lista das ameaças é ocupado pela Coreia do Norte.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.