Rússia admite preocupação com escalada de tensões na Venezuela

Maduro tem sido alvo de protestos por referendo para revogar seu mandato

Maduro tem sido alvo de protestos por referendo para revogar seu mandato

Reuters
Assim como no caso do Brasil, chancelaria russa emitiu nota afirmando que tensões podem se transformar em confronto, mas que não irá interferir em assuntos internos de Caracas. Ministério também condenou ‘influências externas destrutivas’.

A Rússia está preocupada com a dinâmica dos últimos acontecimentos na Venezuela e crescente tensões, declarou em nota o Ministério dos Negócios Estrangeiros na segunda-feira (23).

“Diante da difícil situação econômica, a batalha política no país corre o risco de resultar em confrontos de rua”, disse a pasta. “Lamentavelmente, a escalada de tensões na Venezuela está sendo instigado a partir do exterior. Temos que destacar que declarações desequilibradas partiram até de líderes da organização regional.”

O ministério destacou que a solução política para os problemas da Venezuela “deve ser encontrada pelo povo venezuelano que elegeu autoridades legítimas”, com respeito a normas constitucionais do país. “A interferência destrutiva de fora é inadmissível.”

“Estamos confiantes de que o principal desafio que a Venezuela enfrenta no momento é o de encontrar maneiras realistas para sair da crise econômica, melhorar a situação social de grande parte da população”, lê-se na nota. “Isso só é possível se houver uma política interna estável. (...) Um maior desequilíbrio da situação pode acarretar consequências graves, inclusive para a região como um todo.”

Segundo o órgão, o Kremlin apoia os esforços de políticos na busca por um entendimento entre as diferentes forças políticas na Venezuela.

“Esperamos que esses movimentos tenham um resultado positivo em longo prazo. Estamos dispostos a nos unir a eles, se isso for necessário”, disse o ministério.

A chancelaria russa destacou ainda que a Venezuela é um parceiro de longa data tanto em termos políticos, como econômicos, e acredita que cooperação russo-venezuelana baseada em interesses mútuos só tende a se fortalecer ainda mais.

Originalmente publicado pela agência de notícias Tass

Gostaria de receber as principais notícias sobre a Rússia no seu e-mail? 
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.