Governo critica uso da imagem de Pútin em eleições nos EUA

Candidato pelo Partido Republicano, Trump é alvo de inúmeras polêmicas

Candidato pelo Partido Republicano, Trump é alvo de inúmeras polêmicas

AP
Em referência a recente vídeo eleitoral do candidato Donald Trump, porta-voz do Kremlin condenou ‘demonização da Rússia’ na corrida presencial norte-americana.

O Kremlin desaprovou o uso da imagem do presidente russo Vladímir Pútin em um anúncio eleitoral transmitido pela equipe do candidato presidencial norte-americano Donald Trump, do Partido Republicano, e pediu que a tática de demonizar a Rússia, comum em campanhas eleitorais norte-americanas, seja evitada.

“Temos uma posição muito negativa [sobre o uso da imagem de Pútin]”, declarou o porta-voz do presidente, Dmítri Peskov, que disse ter assistido ao vídeo.

“É de conhecimento geral que a demonização da Rússia – deixe-me colocar desta forma – e tudo relacionado a isso é, lamentavelmente, um atributo obrigatório da campanha eleitoral nos Estados Unidos”, disse Peskov.

“Nós sempre lamentamos isso. Gostaríamos que os processos eleitorais prosseguissem sem essas alusões ao nosso país”, arrematou.

Trump, porém, já demonstrou apoio a Pútin em diversas ocasiões, inclusive na campanha russa na Síria contra alvos de militantes do Estado Islâmico.

“Eu sempre me senti muito bem em relação a Pútin. (...) Ele dirige seu país, pelo menos é um líder, o que não se pode dizer do que temos no nosso”, disse Trump, em um debate entre pré-candidatos do Partido Republicado no final de 2015.

Com material da agência Tass

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail?Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.