Moscou e Teerã relaxam regime de visto entre países

Hassan Rouhani (esq.) e Vladímir Pútin selaram acordo em novembro

Hassan Rouhani (esq.) e Vladímir Pútin selaram acordo em novembro

AP
Medida, que será válida a partir de fevereiro, irá beneficiar estudantes, empresários e turistas de ambos os países, além de reforçar laços bilaterais.

Um acordo intergovernamental para simplificar os procedimentos de vistos entre a Rússia e o Irã entrará em vigor no próximo dia 6 de fevereiro, informou o Ministério dos Negócios Estrangeiros russo.

“O documento visa a simplificar, com base na reciprocidade, as viagens de cidadãos dos dois países”, lê-se em nota publicada pelo ministério na segunda-feira (25).

A flexibilização das regras de visto irá englobar não apenas empresários russos e iranianos, como pessoas que participam de atividades científicas, culturais e criativos, alunos e professores, além de turistas.

O acordo, assinado em novembro de 2015 na presença dos presidentes da Rússia, Vladímir Pútin, e do Irã, Hassan Rouhani, deve ajudar a fortalecer os laços russo-iranianas em todas as esferas da parceria estratégica, acrescentou o ministério.

No final de novembro, durante o Fórum dos Países Exportadores de Gás, o presidente russo Vladímir Pútin declarou também que o país pretende aumentar o volume do comércio com o Irã e assinar novos acordos em moedas nacionais.

As sanções internacionais contra Teerã foram suspensas no último dia 16, após a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) assegurar que o país cumpriu os termos do acordo nuclear internacional assinado de julho de 2015.

“Com o levantamento das sanções, o papel estratégico do Irã vai crescer”, adianta o chefe do departamento de análise do Fundo de Segurança Nacional de Energia, Aleksandr Pásechnik.

Com material da agência Tass

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.