Pútin convida judeus da Europa a retornar para a Rússia

“Deixe-os vir até nós”, disse Pútin em reunião com representantes judaicos

“Deixe-os vir até nós”, disse Pútin em reunião com representantes judaicos

Kremlin.ru
Congresso Judaico Europeu advertiu contra antissemitismo no continente.

Em reunião com membros do Congresso Judaico Europeu, o presidente russo Vladímir Pútin convidou os judeus a escapar do “clima antissemita na Europa e vir à Rússia”, divulgou o jornal “Kommersant”.

A declaração foi feita após o presidente do congresso, Viatcheslav Kantor, afirmar que a situação atual dos judeus na Europa “é a pior desde o fim da Segunda Guerra Mundial”.

Kantor alertou para a crescente onda de antissemitismo em vários países do europeus e afirmou que “os judeus estão fugindo do que ontem foi uma Europa próspera”.

“Deixe-os vir até nós”, respondeu Pútin. “Na União Soviética, eles deixaram [o país], mas agora deixe-os voltar”, acrescentou.

Durante o encontro, Pútin reconheceu que a biblioteca Schneerson, hoje pertencente ao Museu Judaico e Centro da Tolerância, em Moscou, tinha sido um “ponto de discórdia” por algum tempo com membros da comunidade norte-americana.

“Espero que agora esses livros fiquem disponíveis para todos que quiserem lê-los, que eles possam ser utilizados para fins científicos e que esse mal-estar já não tenha mais vez”, disse Pútin. “Na minha opinião, a situação mudou drasticamente.”

Publicado originalmente pelo jornal Kommersant

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.