Ministério da Defesa divulga evidências de ligações turcas ao EI

Ministério da Defesa divulgou imagens para provar compra de petróleo por turcos.

Ministério da Defesa divulgou imagens para provar compra de petróleo por turcos.

Ministério da Defesa da Rússia
Imagens mostram caminhões-tanque levando petróleo do Estado Islâmico para o país.

O Ministério da Defesa da Rússia divulgou evidências de que a Turquia está comprando petróleo do EI (Estado Islâmico). 

O Estado-Maior revelou imagens de caminhões-tanque carregados de petróleo na fronteira sírio-turca. 

O ministério acredita que os caminhões levem o petróleo até os portos, de onde a commodity parte para outros países.

"De acordo com os dados, as mais altas patentes políticas do país estão envolvidas nessas negociações criminosas, como o presidente Erdogan e sua família", disse o ministro da Defesa russo, Anatóli Antonov, em coletiva de imprensa em Moscou. 

Segundo ele, o volume de negócios gerados por essas transações é de cerca de dois bilhões de dólares por ano.

Com as declarações, a Rússia desafiou a Turquia a abrir o acesso aos locais onde estariam os centros do negócios do petróleo do EI, segundo o Ministério da Defesa.

O presidente russo Vladímir Pútin acusou o país de adquirir petróleo do EI durante a abertura da Conferência do Clima de Paris, na última segunda-feira (30).

"Tudo nos leva a crer que a decisão de derrubar nosso avião aconteceu para proteher as vias de fornecimento de petróleo à Turquia", disse Pútin.

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.