‘Rússia foi um dos últimos países onde pedi asilo’, diz Snowden

Snowden: “Quando me perguntam onde moro, a resposta mais honesta é: na internet”

Snowden: “Quando me perguntam onde moro, a resposta mais honesta é: na internet”

Reuters
Em cerimônia de premiação análoga ao Nobel, ex-agente norte-americano criticou restrições à liberdade de expressão na Rússia e afirmou ter permanecido no país por falta de opção.

O ex-prestador de serviço da Agência de Segurança Nacional dos EUA (NSA) Edward Snowden criticou neste fim de semana o controle à liberdade de expressão na Rússia, onde está refugiado há dois anos, e declarou que nunca teve a intenção de se mudar para o país.

“Pedi asilo a 21 países (...) e todos ficaram em silêncio. Na verdade, a Rússia foi um dos últimos países onde fiz meu pedido”, disse Snowden por videoconferência ao receber o Prêmio Bjørnson para a liberdade de expressão, em Mølde, na Noruega.

“Nunca tive a intenção de ir para a Rússia, esse nunca foi meu plano. Eu estava apenas em trânsito, rumo à América Latina. Infelizmente meu passaporte foi anulado pelos Estados Unidos”, acrescentou.

O ex-funcionário da NSA, que não pode voltar aos EUA por ter revelado informações sobre um programa norte-americano de vigilância em massa, também criticou as autoridades russas pela restrição à liberdade na internet e pelo desrespeito em relação aos direitos das minorias sexuais.

“Eu já era crítico quanto a isso e continuarei a recriminar essa postura”, disse. “Essa decisão das autoridades russas de controlar cada vez mais a internet e o que as pessoas veem, e até mesmo a privacidade de algumas, para decidir qual é a maneira certa ou não de expressar seu amor um pelo outro, não só está fundamentalmente errado, como não é o papel de nenhum governo.”

Apesar das declarações, Snowden afirmou ter liberdade de expressão no país. “E penso que isso se deve, em grande parte, a minhas atividades na internet. Quero dizer que, quando me perguntam onde moro, a resposta mais honesta é: na internet”, disse.

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.