Chefes de diplomacia do Brics terão encontro paralelo à Assembleia Geral da ONU

Lavrov: "Neste, e em outros encontros, reforçamos a comunhão de nossas abordagens".

Lavrov: "Neste, e em outros encontros, reforçamos a comunhão de nossas abordagens".

Ministério dos Negócios Estrangeiros
Anúncio foi feito por ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Serguêi Lavrov.

Os chefes de diplomacia dos países do Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) terão uma reunião paralela à Assembleia Geral da ONU, de acordo com o ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguêi Lavrov.

O anúncio foi feito durante encontro do chefe de chancelaria russo com estudantes e professores do MGIMO (da sigla em russo, Instituto Estatal Moscovita de Relações Internacionais).

"Nos últimos três ou quatro anos, durante os encontros dos chefes de chancelaria dos países do Brics - que, neste mês, acontece em Nova York paralelamente às seções da ONU - e também nas cúpulas do Brics, adotamos documentos que reforçam a comunhão de nossas abordagens em problemas-chaves da política internacional, incluindo a situação no Oriente Médio, as relações, claramente negativas, quanto às sanções unilaterais, e, em geral, a linha de consolidação do direito internacional, o respeito aos princípios da Carta da ONU e a não intervenção em assuntos internos", afirmou o ministro.

Publicado originalmente pela agência Tass.

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.