Windows deve ser substituído por Linux em computadores de órgãos públicos

Custo de substitução não deve exceder valor gasto pelo Estado anualmente com a compra e renovação do Windows Foto: Vladímir Fedorenko/RIA Nôvosti

Custo de substitução não deve exceder valor gasto pelo Estado anualmente com a compra e renovação do Windows Foto: Vladímir Fedorenko/RIA Nôvosti

Troca de sistema operacional é uma das medidas propostas para desenvolver o segmento russo da internet.

O presidente russo Vladímir Pútin encarregou o ministro das Comunicações, Nikolai Nikiforov, e o vice-chefe da administração presidencial, Viatcheslav Volodin, de elaborar, até 1º de outubro, propostas para expandir o segmento russo da internet.

Uma das medidas que estão sendo elaboradas para desenvolver a indústria nacional é a substituição do sistema operacional Windows, da Microsoft, pelo sistema de código aberto Linux em computadores de repartições públicas.

“Já chegamos a um acordo com vários governadores para substituir o Windows dos computadores do governo por diferentes versões do Linux”, diz Guêrman Klimenko, diretor do Instituto para o Desenvolvimento da Internet (IRI, na sigla em russo), que está responsável pela implementação da iniciativa.

De acordo um relatório do instituto, existem hoje no país 23 mil municípios que empregam mais de 326 mil pessoas. A expectativa é que o processo de substituição ocorra gradualmente até 2019.

A primeira leva será composta por pequenos municípios, com população de até 10 mil habitantes. Em seguida, a substituição ocorrerá em municípios de tamanho médio, com até 100 mil habitantes, e, por fim, em todas cidades restantes.

Embora o IRI ainda não tenha estimado os custos para a troca de licenças, Klimenko acredita que “o montante não excederá aquele que o Estado gasta anualmente com a compra e renovação do sistema Windows”.

O instituto calcula que, em 2013, o volume de negócios da Microsoft na Rússia chegou a 109 bilhões de rublos; da HP, a 132 bilhões de rublos; da IBM, a 153 bilhões de rublos; e da Apple, a 131 bilhões de rublos. “Em todo o mercado de TI foram gastos na Rússia quase 1 trilhão de rublos”, diz o diretor do IRI.

Em todas as empresas citadas, a cota de receita dos contratos com órgãos do governo, incluindo empresas estatais, oscilou entre 56 e 94%.

 

Com material do jornal RBC

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.