‘Restauração de laços EUA-Cuba é ato de justiça histórica’, segundo Chancelaria russa

"Apoiamos a normalização das relações EUA-Cuba, lê-se em comunicado emitido pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros. Foto: AP

"Apoiamos a normalização das relações EUA-Cuba, lê-se em comunicado emitido pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros. Foto: AP

Para Moscou, Rússia e Cuba têm todas as possibilidades de expandir a cooperação bilateral em todos os assuntos de interesse mútuo

A decisão de restabelecer relações diplomáticas entre Cuba e EUA, cortadas em 1961, é um ato de justiça histórica, declarou em nota o Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia nesta sexta-feira (3).

"É uma medida longamente adiada e a reflexão objetiva das realidades internacionais variáveis observadas no mundo e, esperamos, também em Washington", lê-se no comunicado.

"Apoiamos a normalização das relações EUA-Cuba. Acreditamos que Rússia e Cuba têm todas as possibilidades para expandir a cooperação bilateral em assuntos de interesse mútuo."

Os presidentes dos EUA e de Cuba, Barack Obama e Raul Castro, anunciaram seus planos de reiniciar as relações diplomáticas ainda em dezembro de 2014. Desde então, os dois lados conduziram diversas rodadas de negociações para o restabelecimento de embaixadas.

Originalmente publicado pela agência de notícias Tass

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.