Deputados rejeitam projeto de pena de morte para terroristas

Segundo autor da medida, legislação não prevê pena compatível à gravidade do crime Foto: TASS

Segundo autor da medida, legislação não prevê pena compatível à gravidade do crime Foto: TASS

Segundo autor da medida, legislação não prevê pena compatível à gravidade do crime. No entanto, comissão responsável concluiu que o conceito da iniciativa vai contra a legislação vigente e os compromissos internacionais da Rússia.

Nessa terça-feira (12), a Duma de Estado (câmara baixa do Parlamento russo) rejeitou, em primeira leitura, a iniciativa de instituir pena de morte para terroristas. A proposta havia sido feito por Roman Khudiakov, membro da bancada do Partido Liberal Democrático.

O parlamentar sugeriu fazer emendas aos artigos 78, 83, 87, 88 e 205 do Código Penal russo, pois “há uma lacuna considerável na legislação penal entre o grau de perigo social do crime cometido e a punição por isso”.

“Mais da metade dos cidadãos apoiam a instituição de pena de morte para terroristas, mas a legislação penal não prevê pena correspondente para isso”, declarou Khudiakov.

Representantes do Comitê para Legislação Civil, Penal e Processual da Duma de Estado se pronunciaram contra as alterações. A comissão concluiu que o conceito da iniciativa vai contra a legislação vigente e os compromissos internacionais da Rússia.

 

Publicado originalmente pela agência de notícias Tass


Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies