Merkel recusa convite de Pútin para evento no Dia da Vitória

Ausência da chanceler alemã no tradicional desfile se deve a tensões em torno do conflito ucraniano  Foto: Getty Images/Fotobank

Ausência da chanceler alemã no tradicional desfile se deve a tensões em torno do conflito ucraniano Foto: Getty Images/Fotobank

Ausência da chanceler alemã no tradicional desfile se deve a tensões em torno do conflito ucraniano. Edição deste ano marca o 70º aniversário da vitória soviética sobre a Alemanha nazista.

A chanceler alemã Angela Merkel não vai comparecer à cerimônia oficial em Moscou que marcará o 70º aniversário do fim da Segunda Guerra Mundial, no dia 9 de maio. Segundo as autoridades, convite foi negado devido a tensões em torno da crise na Ucrânia.

“À luz dos acontecimentos na Ucrânia, é impossível para Merkel participar do tradicional desfile militar na Praça Vermelha”, disse um funcionário do governo.

No entanto, a chanceler viajará para a capital russa no dia seguinte ao evento para colocar uma coroa de flores no Monumento do Soldado Desconhecido.

Merkel esteve em Moscou no último dia 6 de fevereiro, juntamente com o presidente francês François Hollande. O encontro teve como objetivo preparar, em conjunto com o presidente russo Vladímir Pútin, um acordo para acabar com os combates no leste da Ucrânia.

A União Europeia e os Estados Unidos acusam a Rússia de fornecer armas aos separatistas no leste da Ucrânia e reforçar as suas fileiras com tropas russas. Moscou nega qualquer envolvimento e culpa os Estados Unidos por empurrar o governo pró-ocidental em Kiev para a guerra.

 

Publicado originalmente pelo The Moscow Times

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.