Procuradora-geral da Crimeia confirma atentado a seu escritório

Poklonskaia: “Informação sobre atentado está sendo mantida a portas fechadas" Foto: TASS

Poklonskaia: “Informação sobre atentado está sendo mantida a portas fechadas" Foto: TASS

Ataque com explosivos foi evitado graças à atuação de guardas da milícia.

A procuradora-geral da Crimeia, Natalia Poklonskaia, confirmou à agência Tass a notícia de que seu escritório havia sido alvo de um ataque frustrado.

“Graças aos guardas da milícia que estavam no escritório, um ataque a pessoas, incluindo funcionários do escritório, foi impedido”, disse. Um grupo de agressores ainda desconhecidos planejava explodir o gabinete da Procuradoria Geral da Crimeia.

“Essa informação está sendo mantida a portas fechadas. Um processo criminal sobre o incidente foi aberto. Não posso revelar mais dados”, acrescentou.

De acordo com o jornal “Rossyiskaya Gazeta”, o comandante da milícia Serguêi Turtchanenko declarou que esta foi a segunda vez que artefatos explosivos foram colocados nas instalações do escritório.

Fontes policiais confirmaram um dos episódios à agência Tass: “Um saco com explosivos foi encontrado perto do escritório”.

 

Publicado originalmente pela agência Tass

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.