Ministério da Defesa terá centros de controle às margens do rio Moscou

Centro Nacional de Controle da Defesa do Estado, com três postos de comando e um heliporto no rio Moscou, vai custar ao Estado cerca de 40 bilhões de rublos Foto: AP

Centro Nacional de Controle da Defesa do Estado, com três postos de comando e um heliporto no rio Moscou, vai custar ao Estado cerca de 40 bilhões de rublos Foto: AP

O Centro Nacional de Controle da Defesa do Estado terá três postos de comando e um heliporto.

O Ministério da Defesa iniciou nesta segunda-feira (3) a construção do Centro Nacional de Controle da Defesa do Estado (NTSUOG, na sigla russa). O centro irá funcionar no distrito de Frunzenskaia, na chamada Terceira Casa, onde estava instalado o Comando Principal do Estado-Maior das Forças Terrestres russas. O ministro da Defesa da Rússia, Serguêi Choigu, compareceu à cerimônia de colocação da pedra fundamental do futuro centro de defesa.

Uma fonte do complexo industrial-militar russo informou que a criação do Centro Nacional de Controle da Defesa do Estado, com três postos de comando e um heliporto no rio Moscou, vai custar ao Estado cerca de 40 bilhões de rublos. "Por enquanto já foram gastos 27 bilhões do orçamento. Os demais recursos provavelmente virão de fontes extraorçamentárias do Ministério da Defesa e de outras agências de segurança do país", disse.

Segundo a fonte, o NTSUOG será composto por três postos de comando: um centro de comando superior, um centro de gestão militar, que atuará sob o comando das Forças de Dissuasão Nuclear, e um centro de gestão das atividades diárias do Exército e da Marinha. Além disso, o centro nacional terá também um heliporto em operação 24 horas por dia. O heliporto poderá ser atracado à margem do rio para permitir o pouso suave de helicópteros diretamente no rio Moscou.

 

Publicado originalmente por nvo.ng.ru

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.