Lebedev será libertado em breve, anuncia Supremo Tribunal

A princípio, Lebedev seria libertado em maio deste ano, mas deverá sair já nos próximos dias Foto: Reuters

A princípio, Lebedev seria libertado em maio deste ano, mas deverá sair já nos próximos dias Foto: Reuters

Ex-sócio do magnata russo Mikhail Khodorkóvski sairá da prisão poucos meses antes de terminar a pena. Khodorkóvski já havia sido beneficiado por anistia geral no final do ano passado.

O Supremo Tribunal da Rússia reduziu a pena do ex-chefe da Menatep, Platon Lebedev, e irá libertá-lo da prisão em breve. O tribunal também se recusou a enviar para revisão as sentenças dos processos do seu sócio na petrolífera Yukos, Mikhail Khodorkóvski, que foi libertado recentemente e com quem Lebedev respondeu a dois processos criminais.

O processo da Yukos é um dos mais polêmicos da Rússia. As investigações contra os sócios da Yukos tiveram início em 2003 e, no fim de 2010, um tribunal de Moscou havia protelado a primeira sentença, que os condenava a nove anos de reclusão por fraude e sonegação de impostos. A pena foi posteriormente reduzida para oito anos.

O tribunal definiu a segunda sentença em dezembro de 2010, reconhecendo-os culpados por furto e lavagem de dinheiro. Na época, Khodorkóvski e Lebedev foram condenados a 14 anos de prisão, incluindo a pena do primeiro processo.

Algum tempo depois, a pena foi reduzida para 11 anos, e depois encurtada em mais dois meses. A princípio, Lebedev seria libertado em maio deste ano, mas deverá sair já nos próximos dias.

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.