Pútin é terceira pessoa mais admirada do mundo, revela YouGov

Popularidade de Pútin entre os russos ajudou a garantir o terceiro lugar na lista Foto: Konstantin Zavrájin/RG

Popularidade de Pútin entre os russos ajudou a garantir o terceiro lugar na lista Foto: Konstantin Zavrájin/RG

O presidente russo Vladímir Pútin foi nomeado a terceira pessoa mais admirada do mundo, logo atrás do fundador da Microsoft, Bill Gates, e do presidente norte-americano Barack Obama, de acordo com nova pesquisa da agência inglesa YouGov.

De acordo com o jornal "The Times", a popularidade de Pútin entre os russos ajudou a garantir o terceiro lugar na lista. A pesquisa realizada em 13 países ao redor do mundo revelou que o líder russo é digno de mais admiração do que o papa Francisco, que ficou em quarto lugar.

Além de considerado o homem mais rico do mundo, Bill Gates é a pessoa mais admirada na China. Ele superou o presidente da China, Xi Jinping, Obama e Pútin, que foi nomeado a quarta pessoa mais admirada pelos cidadãos chineses, segundo a pesquisa publicada no último sábado (11).

Na Rússia, Gates foi escolhido como a segunda pessoa mais admirada, à frente da famosa atriz Angelina Jolie e da chanceler alemã Angela Merkel. O ex-consultor do serviço de inteligência dos EUA, Edward Snowden, que recebeu asilo temporário na Rússia em 2013, foi eleito a décima pessoa mais admirada pelos russos.

Nenhum representante brasileiro foi classificado entre as 30 pessoas mais admiradas do mundo. O papa Francisco recebeu o maior número de votos no Brasil, seguido por Angelina Jolie e Sílvio Santos.

Os pesquisadores do YouGov entrevistaram quase 14 mil pessoas de países como Reino Unido, França, Alemanha, Rússia, EUA, Austrália, Paquistão, Indonésia, Índia, China, Egito, Nigéria e Brasil.

Pútin, 61 anos, havia sido considerado Personalidade do Ano pelo “The Times”, no final de dezembro, pelo sucesso em levar Moscou de volta à mesa de negociações internacionais.

 

Publicado originalmente pelo The Moscow News

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.