Pútin reforça importância da contraespionagem

Pútin acredita que contraespionagem é hoje "mais importante do que nunca" Foto: RIA Nóvosti

Pútin acredita que contraespionagem é hoje "mais importante do que nunca" Foto: RIA Nóvosti

Presidente russo acredita que acontecimentos recentes mostram importância de preservar o serviço secreto do país.

A contraespionagem é uma iniciativa mais relevante do que nunca, declarou o presidente russo Vladímir Pútin na última sexta-feira (7).

“Como pode ser observado por alguns acontecimentos recentes, ela está longe de perder sua relevância hoje”, acrescentou Pútin durante uma reunião com as autoridades de defesa, segurança, inteligência e agências de aplicação da lei da Rússia.

Em meados de maio, Ryan Christopher Fogle, um diplomata dos EUA que trabalhava no departamento político da embaixada americana em Moscou, foi detido enquanto tentava recrutar um funcionário do serviço secreto russo. Fogle foi posteriormente considerado persona non grata no país.

Alguns dias depois, um homem identificado como oficial do FSB (Serviço Federal de Segurança) disse à rede russa Canal 1 que a CIA vinha há um bom tempo trabalhando duro para se infiltrar nos serviços de segurança e de inteligência da Rússia.

 

Publicado originalmente pela RIA Nóvosti

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.