Pútin critica descriminalização das drogas “leves”

Maconha está entre as "drogas leves" liberadas em alguns países, sobretudo para fins medicinais Foto: RIA Nóvosti

Maconha está entre as "drogas leves" liberadas em alguns países, sobretudo para fins medicinais Foto: RIA Nóvosti

Presidente ressaltou que combater qualquer tipo de droga ajuda a coibir o crime organizado.

O presidente da Rússia considera perigosa a legalização das “drogas leves” em alguns países. “É com preocupação que acolhemos a notícia de  abrandamentos legais em relação às chamadas ‘drogas leves’ em certos países”, disse o presidente Vladímir Pútin em uma conferência internacional envolvendo órgãos de segurança pública na última quarta-feira (5).

Pútin assinalou a necessidade de fazer frente a todos os tipos de drogas, inclusive as chamas “leves”.

“O tráfico de drogas alimenta o crime organizado, contrabando e imigração ilegal. Por isso é necessário combater todos os tipos de drogas”, disse o presidente, citado pela agência de notícias Interfax.

 

Publicado originalmente pelo Kommersant

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.