Criador de esquema de pirâmide financeira na Rússia quer se candidatar à presidência

Serguêi Mavródi Foto: RIA Nóvosti

Serguêi Mavródi Foto: RIA Nóvosti

"Vou me candidatar, sem dúvida! Quero ajudar meu país e sei como fazer isso", disse Serguêi Mavródi.

Serguêi Mavródi, criador do esquema de pirâmide financeira MMM, que atingiu milhões de russos nos anos 1990, anunciou sua intenção de se candidatar à presidência do país.

"Vou me candidatar, sem dúvida! Quero ajudar meu país e sei como fazer isso", disse Mavródi ao ser perguntado pela agência “RIA Nóvosti” sobre se a atual oposição é capaz de indicar um candidato sério, com um programa econômico forte, e se ele mesmo tem a intenção de disputar o cargo.

Mavrodi diz se considerar um político por contar com o apoio de "milhões, dezenas de milhões" de eleitores.

"Na verdade, atualmente, a MMM é a única organização oposicionista real. Não existem outras. Aquelas que existem são fantasmas", afirma Mavródi.

As próximas eleições presidenciais russas ocorrerão em 2018.

Recentemente, o desejo de concorrer foi expresso pelo conhecido blogueiro russo Aleksêi Navalni.

“Navalni não tem nenhuma chance de se eleger, ele próprio está perfeitamente ciente disso”, afirma Mavródi.

Segundo Mavródi, a Rússia precisa urgentemente construir seu próprio esquema de pirâmide, alternativo ao dólar. Para ele, o dólar tem as características de um esquema do tipo.

"Toda a moeda é um esquema de pirâmide, todo o sistema financeiro mundial é um esquema de pirâmide! Por si só, isso não é bom nem ruim. O ruim é ver que a Rússia está afastada desse processo", disse Mavrodi.

Segundo ele, o proveito é tirado por aqueles que construíram o esquema vigente e ocupam o seu topo: “os chamados países avançados do Ocidente, os EUA e a Europa".

Para Mavródi, a Rússia poderia emitir títulos públicos rentáveis, com uma segurança limitada ou nula, para atrair ao país "enormes recursos financeiros e reorientar os fluxos financeiros globais".

Década de 1990

No início dos anos 1990, Mavródi criou o maior esquema de pirâmide financeira do país, conhecida como MMM, que contou com a participação de 10 a 15 milhões de pessoas.

A primeira versão da MMM durou cerca de três anos, até a crise da dívida pública de 1998, quando o sistema de títulos públicos de curto prazo entrou em colapso e o governo se declarou inadimplente.

Em 2007, Mavródi foi condenado por fraude a quatro anos e meio de prisão. Após sua libertação, ele prometeu "fazer alguma coisa" para devolver aos investidores seu dinheiro.

No início de 2011, ele anunciou o lançamento de um novo projeto, o MMM-2011. Em maio do ano passado, Mavródi suspendeu os pagamentos aos investidores e anunciou o lançamento do projeto MMM-2012. O Serviço Federal Antimonopólio reconheceu o projeto MMM-2011 como esquema de pirâmide financeira.

Mavrodi tentou se candidatar a presidente em 1996, mas teve seu pedido de registro como candidato negado pela Comissão Eleitoral Central.

 

Publicado originalmente pela RIA Nóvosti

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.