Pútin admitiu disposição para conversar com Obama durante cúpula do G8

Nos últimos tempos, situação entre os países vem sendo marcada por medidas severas Foto: RIA Nóvosti / Alexei Nikolsky

Nos últimos tempos, situação entre os países vem sendo marcada por medidas severas Foto: RIA Nóvosti / Alexei Nikolsky

Presidente russo Vladímir Pútin confirmou interesse em realizar encontro bilateral com seu homólogo norte-americano, Barack Obama, durante a cúpula do G8 na Irlanda do Norte, em junho, e repetiu o convite para o presidente dos EUA visitar a Rússia.

Os futuros contatos entre os líderes da Rússia e dos EUA foram discutidos em uma reunião no Kremlin nesta segunda-feira (15), que contou com a participação de Pútin e do conselheiro de segurança nacional do governo norte-americano, Thomas Donilon.

O conselheiro do Kremlin para política exterior, Iúri Uchakov, declarou aos jornalistas que “as partes concordaram em realizar o encontro na Irlanda do Norte, em junho, e, em seguida, vão manter conversações amplas durante a cúpula do G20 em São Petersburgo”.

Além disso, de acordo com Uchakov, Pútin voltou a “enfatizar o convite de longa data feito a Obama para uma visita oficial à Rússia”.

 

Publicado originalmente pela ITAR-TASS 

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.