Como tornar as Paraolimpíadas mais populares

Ilustração: Konstantin Maler

Ilustração: Konstantin Maler

Vera Mikháilova explica porque os russos não assistem às Paraolimpíadas e como isso pode mudar.

Se a vitória de algum show de TV dependesse da resposta correta à pergunta: “Você sabe quais esportes estão nos Jogos Paraolímpicos?”, a maioria  dos russos sairia triste e sem dinheiro.

Sim, você tem ouvido  nas notícias que os jogadores russos sempre ganham algo, conseguem os primeiros lugares, que o Kremlin lhes dá medalhas, mas a informação não se espalha. E a questão não é descriminação, mas sim a competição e a concorrência pelo amor de cada fã. Sem transmissão televisiva o esporte não terá a chance de se tornar popular.

Um bom exemplo é o esporte estudantil. Ninguém conhecia essas modalidades Na Rússia, mas desde a época da Universíada o público tem percebido que torcer por esportistas-estudantes é interessante.

Sem dúvida, os atletas russos das Paraolimpíadas merecem a mesma fama. Muitos passam por muitas dificuldades e mostram resultados que nem os atletas europeus conseguem mostrar. Após a derrota da equipe nacional russa durante as Olimpíadas em Vancouver, os atletas paraolímpicos conseguiram acalmar o público decepcionado. No entanto, apesar do fracasso da equipe nacional russa, os telespectadores não deixaram de assistir aos jogos e continuaram a torcer.

Londres

Há dois anos, os ingleses realizaram o que ficou conhecida como a maior Paraolimpíada da história. As arquibancadas ficaram lotadas, e os torcedores apoiaram os jogadores talvez até mais ativamente do que durante as Olimpíadas.

Os paraolímpicos são esportistas iguais a todos os outros. Assim pensaram os telespectadores britânicos desde o começo. Na véspera dos jogos, um canal de televisão inglês lançou o slogan “Conheçam melhores pessoas”. Durante as Paraolimpíadas, os jogadores sempre ocuparam as primeiras páginas dos jornais nacionais. No final, o número dos telespectadores da Paraolimpíada no Reino Unido foi de 11 milhões.

Entre os compradores de ingressos para as Paraolimpíadas havia muitos que queriam não só torcer,  mas também passar pelos lugares das vitórias da Olimpíada recém concluída. Muitas pessoas aproveitaram a possibilidade de assistir a competições nos famosos complexos esportivos por um preço mais modesto.

O mesmo princípio deveria ser aplicado em Sôtchi. Nem todos podem assistir à final do jogo masculino de hóquei –e não apenas por questão financeira, mesmo para quem tem 34 mil rublos à disposição (cerca de US$ 970), pois os ingressos já foram todos vendidos.

As Paraolimpíadas são um dos eventos esportivos mais importantes do mundo. Comparando com as Olimpíadas, onde os resultados da equipe nacional russa são imprevisíveis, o primeiro lugar durante a qualificação final das Paraolimpíadas está quase garantido. Por enquanto, o objetivo mais importante desses Jogos não deveriam ser as medalhas, mas a integração do público deficiente. As Paraolimpíadas são o melhor meio de alcançá-la. 

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.