Banda indie OK Go lança clipe rodado em gravidade zero

Ginasta russa Anastassia Burdina fala sobre participação no vídeo do grupo norte-americano de indie rock OK Go. Produção teve parceria da companhia aérea russa S7.

Fonte:OKGoVEVO


“Entrei na gravação por acaso, me chamaram para uma seleção. Fui escolhida por ser ginasta professional e porque tenho um bom sistema vestibular”, conta Anastassia Burdina, que estrela o vídeo Upside Down & Inside Out”, lançado recentemente pelo OK Go.

Segundo a ginasta, dançar em ausência de gravidade é muito difícil, porque “não dá para controlar onde se está, como se mover nem o que fazer”. Por esse motivo, a equipe de filmagens teve que fazer inúmeras tomadas das mesmas cenas.

Anastassia e sua companheiro de videoclipe, Tatiana Miasnikova, começaram a treinar em gravidade zero quase duas semanas antes de iniciar o projeto. O treinamento foi feito em um avião vazio, sem equipamentos nem assentos, da companhia aérea russa S7.

“Não se tratava tanto de treinamento, mas mais de sessões para nos acostumarmos à ausência de gravidades”, diz Burdina, acrescentando que o objetivo era aprender a sentir seu próprio corpo e a não machucar a si mesma ou outras pessoas.

As gravações não foram, entretanto, tão difíceis para as acrobatas, acostumadas a exercícios intensos, como para o resto da equipe.

“Devido às mudanças de aceleração no avião, muitos membros da equipe passaram mal”, recorda a ginasta. “Em comparação com os rapazes da OK Go, nós estávamos em perfeitas condições. Todos do grupo estavam sempre com saquinhos na mão.”

No entanto, apesar das dificuldades durante as filmagens, Burdina garante que não se importar em repetir a experiência. “É uma sensação incomparável, verdadeiramente incrível. Estamos muito felizes de ter participado disso.”

Clique aqui para conferir as fotos das gravações.

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.