Como vivem os cossacos do século 21

Houve um tempo em que não era possível encontrar o povoado cossaco de Aleksandrovskaia nem mesmo nos mapas mais detalhados. Isso porque, nos anos 1960, a aldeia de 13 mil habitantes foi incluída como parte da cidade de Rostov-no-Don, a 1100 km ao sul de Moscou.

Trinta anos depois, Aleksandrovskaia retornou ao seu status original. Hoje em dia, a segurança local é garantida por um pelotão de autênticos cossacos, que operam em conjunto com um corpo de vigias voluntários. Entre os homens, tanto jovens como idosos manuseiam o chicote e a espada com maestria. Desde cedo, as crianças são iniciadas na cultura cossaca em aulas ministradas nas escolas de esportes locais. Os correspondentes da Gazeta Russa passaram alguns dias em uma dessas escolas para descobrir como vivem os cossacos do século 21.

É então que se percebe que é muito mais fácil apagar os indicadores geográficos dos mapas do que mudar a mentalidade das pessoas. Os cossacos vivem nessas terras há séculos e são guerreiros natos de caráter forte que costumam viver livremente. Mesmo depois de o povoado ter sido eliminado do mapa, eles continuaram vivendo conforme suas tradições, combinando a crença na guerra com a fé ortodoxa.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.