Cara a cara com a vida selvagem

Música de Ariel Ramirez; Fotos de Aleksêi Bezrukov, Nikolai Zinoviev, Váleri Malieiev, Iarosláv Nikitin, Guennádi Iusin, Vladímir Medvedev, Ígor Bartachov, Timur Akhmetov, Michel Roggo.

A exposição fotográfica “Tartaruga Dourada”, realizada na Casa Central dos Artistas, será encerrada no dia 17 de fevereiro do ano que vem.  O seleto grupo de fotógrafos da natureza, tanto russos como estrangeiros, têm a chance de apresentar seus trabalhos ao público. Estão em exposição diversas florestas, oceanos resplandecentes, montanhas incríveis, geleiras assustadoras e desertos intermináveis. Há também centenas de fotos de animais – desde animais fofos e dóceis até cruéis e selvagens. Todas as imagens foram apresentadas como parte da competição internacional “Tartaruga Dourada”, que está em sua 7ª edição.

A coleção abrange uma série de estilos, desde a arte abstrata até o fotojornalismo documental. São mais de 160 fotografias em exposição. Os candidatos foram selecionados pela capacidade de registrar momentos interessantes da vida dos animais, seu comportamento e interação com outros indivíduos ou ambiente. O resultado tinha que ser dinâmico, emocionante, inesquecível e original. As fotos foram divididas nas seguintes categorias: Pássaros, Microcosmo, Subaquático, Retrato Animal, Harmonia da Vida, Homem e Natureza, A Magia das Plantas, Paisagem e A Arte da Natureza.

Depois de Moscou, a exposição viajará por outras partes da Rússia, chegando a Samara, Volgogrado, Varonej, Iekaterinburgo, Irkutsk, Kazan, Lipetsk, Novosibirsk, Petropavlovsk-Kamtchatski, São Petersburgo e outras cidades pelo país.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.