Mina de carvão em Berezovski parece ter saído de ‘Mad Max’

A principal máquina de extração de carvão nessa mina russa também não ficaria fora de um filme de ficção científica. A maior escavadeira de roda de caçamba do país – a ERSh RD 5250 – pesa mais de 4.000 toneladas. Suas 22 caçambas são capazes de extrair até 5.200 metros cúbicos de carvão por hora.

A principal máquina de extração de carvão nessa mina russa também não ficaria fora de um filme de ficção científica. A maior escavadeira de roda de caçamba do país – a ERSh RD 5250 – pesa mais de 4.000 toneladas. Suas 22 caçambas são capazes de extrair até 5.200 metros cúbicos de carvão por hora.

Reuters
A mina de carvão de Berezovski e a usina elétrica de Berezovskaia fornecem calor e eletricidade para o vasto território da Sibéria. A paisagem de deserto, as enormes montanhas de carvão, e as correias transportadoras e máquinas gigantes poderiam ser o pano de fundo ideal para cenas de perseguição cheias de carnificina.
Em Berezovski, o carvão é extraído pelo método de mineração a céu aberto, mais barato e seguro do que a mineração subterrânea. Ainda mais porque, nessa região, a superfície fina da terra esconde camadas de carvão de 65 metros de espessura.
A escala da produção de carvão em Berezovski também impressiona. As “muralhas de carvão” são quase tão altas quanto alguns arranha-céus.
O linhito, ou carvão marrom, extraído na mina de Berezovski está entre os mais baratos da Rússia. Mas, como não pode ser usado por usinas termoelétricas comuns, foi construída na região uma usina especial capaz de queimar esse tipo de carvão.
Uma das mais poderosas usinas da Sibéria, a Berezovskaia é a principal consumidora de carvão da mina de Berezovski. De acordo com a doutrina nuclear dos Estados Unidos, essa usina elétrica estaria entre os 12 alvos estratégicos preliminares para um possível ataque nuclear contra a Rússia.
A chaminé por onde saem os gases de combustão da usina Berezovskaia tem 370 metros de altura. É o prédio industrial mais alto da Rússia e o número cinco entre as maiores chaminés de exaustão de gases de combustão do mundo. Segundo o projeto original, essa torre seria ainda mais alta; mas os japoneses pediram à Rússia que o plano fosse alterado, pois temiam que a fuligem poluísse seus céus.
O carvão é transferido da mina para a usina pelas galerias da esteira rolante. Com mais de 15 km de comprimento, esse transportador é o mais longo da ex-União Soviética. Movendo-se a 4 m/s, o cinturão transporta mais de 4.500 toneladas de carvão por hora para as áreas de armazenamento da usina.
O processamento profundo de carvão também está sendo testado em Berezovski. A ideia é que o método permita que o carvão seja totalmente processado no local, sem a necessidade de enviá-lo para fábricas de preparação a vários quilômetros de distância.
Depois de todo o carvão ser extraído da pedreira, ela será coberta de terra para que a natureza “retome o que é dela, com suas plantas e árvores”, dizem os mineradores.
A mina de carvão de Berezovski, localizada na porção sul da Sibéria, poderia facilmente ser cenário de “Mad Max”. Caminhões e escavadeiras futuristas rugem pelo deserto em meio a montanhas de carvão.