Imagens icônicas da Segunda Guerra são tema de exposição

Знамя Победы над Рейхстагом. Берлин. 1945

Знамя Победы над Рейхстагом. Берлин. 1945

Multimedia Art Museum Moscow
Confira os destaques de mostra sobre o famoso fotógrafo Evguêni Khaldei em Moscou.

Bandeira da Vitória sobre o Reichstag, em Berlim (1945). / Foto: Museu de Arte Multimídia de MoscouBandeira da Vitória sobre o Reichstag, em Berlim (1945). / Foto: Museu de Arte Multimídia de Moscou

Recém-aberta em Moscou, uma retrospectiva do famoso fotojornalista russo Evguêni Khaldei traz 200 imagens que traçam a história soviética desde os primeiros dias da Segunda Guerra Mundial até a vida cotidiana nos anos 1970 e 1980.

As fotos tiradas pelo fotógrafo mais ilustre da Rússia, que, entre diversos títulos, recebeu o título de o título de cavaleiro da Ordem de Artes e Letras, na França, em 1995, foram publicadas em jornais e revistas ao redor do mundo. Naquele mesmo ano, em que era celebrado o 50º da vitória soviética sobre a Alemanha nazista, suas fotos tiveram um número recorde de reimpressões em diversos países.

Nascido em 1916, Khaldei aprendeu sozinho a fotografar. Aos 14 anos, começou a atuar como fotógrafo em uma fábrica local, e, dois anos depois, acabou sendo convidado para trabalhar para o jornal “Trabalhador Estalinista”.

No verão de 1937, o jovem fotógrafo se juntou à equipe da TASS, a principal agência de notícias soviética, e lá produziu sessões por toda a URSS. Quando a Segunda Guerra foi deflagrada, passou a trabalhar para várias publicações e exerceu a função de professor.

Ao longo dos anos seguintes, Khaldei realizou exposições individuais na Europa e nos Estados Unidos. A atual mostra em Moscou celebra os 100 anos de seu nascimento.

A exposição ficará em carta no Museu de Arte Multimídia até 6 de junho.

Partida de futebol entre pilotos soviéticos e britânicos, no Ártico (1942). / Foto: Museu de Arte Multimídia de MoscouPartida de futebol entre pilotos soviéticos e britânicos, no Ártico (1942). / Foto: Museu de Arte Multimídia de Moscou

Almoço em jardim de infância à beira- mar, em Sevastopol (1944). / Foto: Museu de Arte Multimídia de MoscouAlmoço em jardim de infância à beira- mar, em Sevastopol (1944). / Foto: Museu de Arte Multimídia de Moscou

Padre Lomakin em frente à Catedral de Santo Isaac, em Leningrado, a atual São Petersburgo (1945). / Foto: Museu de Arte Multimídia de MoscouPadre Lomakin em frente à Catedral de Santo Isaac, em Leningrado, a atual São Petersburgo (1945). / Foto: Museu de Arte Multimídia de Moscou

“Por que estamos lutando?”, pergunta um cego, em Berlim (1945). / Foto: Museu de Arte Multimídia de Moscou“Por que estamos lutando?”, pergunta um cego, em Berlim (1945). / Foto: Museu de Arte Multimídia de Moscou

Quepes dos participantes da Conferência de Potsdam, na Alemanha (1945) / Foto: Museu de Arte Multimídia de MoscouQuepes dos participantes da Conferência de Potsdam, na Alemanha (1945) / Foto: Museu de Arte Multimídia de Moscou

Conferência de Potsdam, na Alemanha (1945). / Foto: Museu de Arte Multimídia de MoscouConferência de Potsdam, na Alemanha (1945). / Foto: Museu de Arte Multimídia de Moscou

Criminosos de guerra nos julgamentos de Nuremberg, na Alemanha (1946). / Foto: Museu de Arte Multimídia de MoscouCriminosos de guerra nos julgamentos de Nuremberg, na Alemanha (1946). / Foto: Museu de Arte Multimídia de Moscou

Manhã em Moscou (1956). / Foto: Museu de Arte Multimídia de MoscouManhã em Moscou (1956). / Foto: Museu de Arte Multimídia de Moscou

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.