Fotos relembram resistência histórica de Leningrado

As tropas alemãs bombardeavam pelo céu para obrigar os soldados que defendiam a cidade a se render. Durante esses bombardeios, a maioria dos edifícios foi danificada, milhares de pessoas morreram, e outras dezenas de milhares ficaram feridas.

As tropas alemãs bombardeavam pelo céu para obrigar os soldados que defendiam a cidade a se render. Durante esses bombardeios, a maioria dos edifícios foi danificada, milhares de pessoas morreram, e outras dezenas de milhares ficaram feridas.

Getty images
Leningrado, atual São Petersburgo, ficou sitiada por quase três anos pelos nazistas e sofreu constantes bombardeios. O cerco a segunda maior cidade na URSS depois de Moscou por tropas nazistas começou em 8 de setembro de 1941 e durou até 27 de janeiro de 1944 (o bloqueio fora rompido em 18 de janeiro de 1943). Durante esse período, o contato com o mundo exterior foi cortado, os alimentos e combustíveis eram escassos, e o lago Ladoga era a única via pela qual os carregamentos chegavam esporadicamente – no verão, pela água; e no inverno, sobre o gelo. No primeiro inverno, porém, centenas de milhares de moradores de em Leningrado morreram de fome e frio, apesar dos hospitais e refeitórios abertos por todos os cantos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.