Contos de fadas russos nas miniaturas de Palekh

Cena de Tsarévitch Ivan, o Pássaro de Fogo e o Lobo Cinzento, de Afanássiev.

Cena de Tsarévitch Ivan, o Pássaro de Fogo e o Lobo Cinzento, de Afanássiev.

RIA Nôvosti
Os contos de fadas russos são um grande mundo escapista de mulheres belas, príncipes corajosos, bosques sombrios e animais fantásticos. E são fonte de inspiração para muitos das ilustrações encontradas em miniaturas de Palekh.
Atualmente, a pequena aldeia de Palekh, na região de Ivanovo (350 km a nordeste de Moscou), é conhecida principalmente pelo artesanato local. / Cena de Conto do Tsar Saltan, de Aleksandr Púchkin, pintado em uma caixa, 1831.
As miniaturas de Palekh são um tipo de artesanato tradicional produzido com papel machê e pintura decorativa, como broches, caixas, cinzeiros e etc. // Quadro descreve o mundo dos contos de fadas de Púchkin.
Os temas das pinturas são variados e incluem cenas do folclore, de contos de fadas russos, além de mulheres russas, troikas, paisagens de cidades e de inverno. Durante os anos soviéticos, até mesmo as miniaturas de Palekh foram usadas para propaganda. Havia caixas que representavam o Exército Vermelho lutando pelo comunismo e  greves operárias lideradas por Lênin. Princesa-cisne, do Conto do Tsar Saltan.
Hoje, os desenhos de conto de fadas estão se tornando cada vez mais populares. / Conto do Pescador e do Peixe, de Aleksandr Púchkin, 1833.
Palekh é também a capital da iconografia russa, que floresceu no início do século 19 e influenciou, inclusive, a forma de produção das miniaturas. / Cena do conto de fadas O Cavalinho Corcunda, de Piotr Erchov, na década de 1830.
As três mulheres do início do Conto do Tsar Saltan, 1831.
Cena de Tsarévitch Ivan, o Pássaro de Fogo e o Lobo Cinzento, de Afanássiev.
A pintura é feita, na maior parte das vezes, sobre fundo preto, com sombreamento dourado. Assim como nos ícones, as três cores principais são verde, vermelho e amarelo. / Cena do conto popular russo Tsarévitch Ivan, o Pássaro de Fogo e o Lobo Cinzento, de Aleksandr Afanássiev.