Próxima parada após Moscou

O metrô de Moscou é um dos pontos mais famosos na lista de atrações obrigatórias para turistas em visita à Rússia. Durante o dia, é comum ver grupos de visitantes circulando pelas estações centrais para tirar fotos em frente à escultura de cão na Ploshchad Revolyutsii (Praça da Revolução) ou observar a poesia no teto da Mayakovskaya, entre outros atrativos desse verdadeiro museu subterrâneo. No entanto, ao visitar outras grandes cidades russas, também vale a pena dar uma espiada na linha metroviária local. Entenda a seguir por quê.

O metrô de Moscou é um dos pontos mais famosos na lista de atrações obrigatórias para turistas em visita à Rússia. Durante o dia, é comum ver grupos de visitantes circulando pelas estações centrais para tirar fotos em frente à escultura de cão na Ploshchad Revolyutsii (Praça da Revolução) ou observar a poesia no teto da Mayakovskaya, entre outros atrativos desse verdadeiro museu subterrâneo. No entanto, ao visitar outras grandes cidades russas, também vale a pena dar uma espiada na linha metroviária local. Entenda a seguir por quê.

Voros Szabolcs
Metrô da capital já é atração turística, mas há muitos outros a percorrer pelo país.
O metrô de São Petersburgo é o mais profundo do país – e o segundo maior. A cidade foi construída sobre pântanos, de modo algumas estações estão situadas a 100 metros debaixo do solo. Algumas delas, construídas durante o período soviético, são tão opulentas como os muitos palácios imperiais que pontilham a cidade.
Igualmente compacto é o metrô de Iekaterinburgo, com 12 km e 9 estações. Aberto em 1991, transporta atualmente cerca de 200 mil passageiros por dia.
Ao contrário do de São Petersburgo, o metrô de Níjni Nôvgorod é o mais raso do país. Além disso, embora tenha sido o terceiro construído em território russo, possui apenas duas linhas e 14 estações.
O metrô de Samara é ainda menor: são só 10 km de extensão e 10 estações.
As condições climáticas de Novosibirsk, a terceira cidade mais populosa do país, dificultaram a construção das linhas de metrô locais. Além disso, possui a ponte de metrô mais longa do mundo, estendendo-se por 2.145 m sobre o rio Ob.
O sistema metroviário de Kazan foi o único construído na Rússia pós-soviética. Sua inauguração ocorreu em 2005, ano em que foi celebrado o milésimo aniversário da cidade.