Por dentro das megafábricas russas: Nazarovski, o cenário para ‘Mad Max’

Mina de carvão Nazarovski, na Sibéria, ostenta dunas de areia, céu limpo e máquinas gigantes; veja fotos.

A mina de carvão Nazarovski é um dos maiores depósitos da bacia carbonífera de Kansk-Atchinsk espalhados por Krasnoiarsk, a maior cidade da Sibéria Oriental. 

Quase todo o carvão é consumido pela usina termelétrica Nazarovskaia, localizada nas proximidades. O material extraído é entregue por via ferroviária.

Hoje, a bacia carbonífera de Kansk-Atchinsk produz mais de 40 milhões de toneladas do carvão linhito por ano, consumidas principalmente por termelétricas regionais.

A extração de carvão em Nazarovski é relativamente difícil, pois depósitos estão a 70 metros sob o solo.

A escavadeira de roda de caçamba usada no local é a maior máquina do tipo na Rússia.

Desde o estabelecimento desta bacia carbonífera, em 1951, os mineradores extraíram cerca de 45 milhões de toneladas de carvão.

A reserva total de carvão na região é estimada em 210 milhões de toneladas.

As minas em Krasnoiarsk começaram a crescer rapidamente durante a industrialização na era Stálin.

Seus 48 metros de altura fazem com que caminhões pesados pareçam mais carros de brinquedo. Com 9.800 toneladas, sua estrutura pesa mais que a Torre Eiffel, e sua roda gigante opera 24 caçambas.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.

LEIA TAMBÉM: Metalúrgica dos Urais produz ouro puro a partir de resíduos químicos

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies