Temporada de pesca movimenta ‘terra dos ursos’; veja galeria

Não é nenhuma surpresa, entretanto, já que Kamtchatka é a única região do mundo que fornece aos ursos os três principais alimentos de sua dieta: bagas silvestres, nozes de cedro e salmão.

Não é nenhuma surpresa, entretanto, já que Kamtchatka é a única região do mundo que fornece aos ursos os três principais alimentos de sua dieta: bagas silvestres, nozes de cedro e salmão.

Denis Budkov
Por que a Reserva Natural de Kronotski, no Extremo Oriente, é o destino preferido deles nesta época do ano?
Kamtchatka é o verdadeiro “Estado urso” da Federação Russa. Segundo as várias estimativas, a região é lar de 15.000 a 30.000 ursos.
Uma concentração de ursos assim alta não é encontrada em qualquer outro lugar da Rússia nem do mundo.
O lugar mais seguro, e também o mais impressionante, para observar os ursos de Kamtchatka é à beira do lago Kurile, a 200 km de Petropavlovsk-Kamtchatski.
Esse lago faz parte da Reserva Natural de Kronotski, que só pode visitada com as escolta de guardas armados.
Especialistas estimam que a reserva abrigue entre 800 e 1.000 ursos.
Entre os ursos de Kamtchatka, os que vivem em torno do lago Kurile são os mais sortudos, pois ali é possível encontrar facilmente grandes quantidades de alimentos de alta qualidade à base de proteína.
A bacia do lago serve de berço para o salmão vermelho, que é considerado o mais valioso. O lago Kurile tem a maior população de salmão vermelho em toda a Ásia.
É por isso que os ursos marrons se refestelam no lago desde a junho até o período de hibernação no inverno.
No livro “Lago Kurile”, o inspetor ambiental e fotógrafo Ígor Chpilenok escreve que, enquanto circulava o lago de barco, foi capaz de ver quase 100 ursos em um só dia.
Os esforços para chegar e se manter em Kamtchatka são compensados pela diversidade da natureza selvagem e intocada na região.
Há rios repletos de vida, tanto dentro e como em suas margens que fazem fronteira com vulcões mortíferos, montanhas de neves que fazem fronteira com fontes termais, e animais selvagens vivendo próximos aos seres humanos.