Pútin, Nixon e Gagárin através das lentes do poder

Vladímir Pútin e Boris Iéltsin, em 2000

Vladímir Pútin e Boris Iéltsin, em 2000

Iúri Abrámotchkin
Mostra de ex-fotógrafo do Kremlin reúne, em Moscou, imagens de momentos históricos e personalidades.
O Museu e Centro de Exposições “Trabalhador e Mulher do Kolkhoz”, em Moscou, recebe a mostra de fotografias de Iúri Abrámotchkin até 10 de abril. / Iúri Gagárin, o primeiro homem a viajar ao espaço, passando férias em Sôtchi, em 1961
Por meio século, o fotógrafo soviético-russo Iúri Abrámotchkin integrou a equipe de fotógrafos da imprensa do Kremlin e viajou com sua câmera ao redor do mundo. / Dirigente soviético Nikita Khruschov cumprimenta líder da Alemanha Oriental Walter Ulbricht; ao lado, futuro Secretário-Geral do Partido Comunista da União Soviética Leonid Brejnev, em 1962
Pausa para o almoço em obras de arranha-céu, em 1964
Mahmud Esambaev, um dos dançarinos mais famosos da região do Cáucaso, em apresentação de dança tradicional chamada Lezginka, em 1971
Fidel Castro em visita a Moscou, em 1976
Parceiros de viagem, em 1978
Andrêi Sakharov, físico nuclear russo e ativista pelo desarmamento e dos direitos humanos, tornou-se um defensor das liberdades civis na União Soviética e ganhou o Prêmio Nobel da Paz em 1975. / Sakharov deixa o 1º Congresso dos Deputados do Povo da URSS, onde criticou o governo comunista, em 1989
Mikhail Gorbatchov, o último líder da URSS, em 1990
Incêndio na Casa Branca (sede do governo russo) em Moscou, em 1993
Ao longo da carreira, Abrámotchkin tirou retratos de Nikita Khruschov, Leonid Brejnev, Mikhail Gorbatchov, Boris Iéltsin, Fidel Castro, Richard Nixon, rainha Elizabeth II, Gandhi e Margaret Thatcher, entre outras figuras proeminentes da segunda metade do século 20. / Richard Nixon em visita a Moscou, em 1974